Horário de Lisboa: € Cotação: Euro Hoje

Com o empreendedorismo ocupando cada vez mais espaço na vida dos brasileiros, é natural que muitos pensem em expandir seus negócios ou mesmo mudá-los de região – não apenas de cidade, mas de país. Não por acaso, muitos empreendedores brasileiros se perguntam se vale a pena investir em Portugal.

Depois de passar pela crise mundial no ano de 2012, Portugal conseguiu se recuperar e conta hoje com uma economia aquecida e em crescimento, mesmo depois das perdas em razão da pandemia do coronavírus. Grandes empresas voltaram a investir no país e o comércio e a indústria mostram bons sinais dessa recuperação.

Dessa forma, não é arriscado dizer que, se você está pensando em investir seu dinheiro em outro país, Portugal pode ser uma excelente escolha. Além disso, é importante esclarecer que investir em Portugal não requer, necessariamente, a abertura de uma empresa – há várias formas de fazer investimentos no país.

É possível, por exemplo, optar pelo investimento no mercado imobiliário, opção procurada por muitos brasileiros. Por isso, já publicamos aqui um post específico em que esclarecemos tudo sobre a compra de um imóvel em Portugal e sobre o Golden Visa Portugal.

Portanto, se você está pensando em levar seus negócios para fora do Brasil, vamos detalhar a seguir alguns dos principais aspectos desse investimento para que você analise se vale a pena investir em Portugal como brasileiro.

Como investir em Portugal?

Nos últimos anos, o governo de Portugal tem criado diversos incentivos para atrair o investimento estrangeiro e a estratégia tem dado bons resultados. Em 2021, o país figurou no ranking Top 10 das economias europeias mais atrativas para investimento estrangeiro (EY Attractiveness Survey Portugal). Neste ano, 154 projetos de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) foram registrados no país, confirmando a tendência do ano anterior, quando foram registrados outros 158 projetos.

Mas, antes de pensar em qual tipo de investimento você deseja fazer em Portugal, é interessante entender como o país enxerga os investimentos estrangeiros. Em primeiro lugar, um dos principais critérios para levar sua empresa ou negócio para Portugal é mostrar que ele é relevante para a economia do país. O investidor precisa estar alinhado com os mesmos propósitos de Portugal, a fim de movimentar a economia e contribuir para o crescimento do país.

Este, aliás, é um dos principais critérios a serem considerados para a concessão de visto de empreendedor estrangeiro em Portugal. Por isso, para poder empreender em Portugal, o investidor precisa estar totalmente antenado com o que acontece no país.

Em resumo, decidir investir em Portugal não é só uma questão de ter o dinheiro para investir, e sim saber de que forma esse investimento trará benefícios para o país.

Outro ponto fundamental é conhecer quais são os tipos de investimentos disponíveis para entender quais são os mais viáveis para o seu orçamento de investimento. 

Além disso, é interessante conhecer quais são os principais benefícios que são concedidos aos investidores estrangeiros, como a autorização de residência para quem solicita o Golden Visa (Autorização de Residência para Atividade de Investimento – ARI).

Veja em que é possível investir em Portugal e quais são as melhores oportunidades de negócio no país.

Por que investir em Portugal?

Investir em Portugal pode ser uma ótima alternativa para não deixar seu dinheiro parado no Brasil e ter rentabilidade. Considerando que o Brasil vive momentos de instabilidade política e econômica, fazer um investimento seguro em Portugal pode ser uma excelente opção, já que o país construiu uma estabilidade política, tendo reagido bem à crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus.

Pertencente à União Europeia e à zona do euro, Portugal tem se mostrado como um país bastante estável para investir. Tanto que 37% dos entrevistados no ranking EY Attractiveness Survey Portugal demonstraram interesse em criar ou expandir seus investimentos no país.

Certamente o idioma também conta bastante como um facilitador na hora de fazer um investimento com segurança. No mundo existem mais de 250 milhões de falantes da Língua Portuguesa e Portugal se destaca como o país mais promissor e único dentro do continente europeu. 

O governo tem investido também em tecnologia, infraestrutura e recursos humanos para continuar a tornar o país um destaque no empreendedorismo.

Conheça alguns dados importantes sobre Portugal: economia, comércio internacional e infraestrutura.

Qual o melhor investimento em Portugal?

Confira algumas das áreas mais promissoras e que fazem acreditar que vale a pena investir em Portugal:

Investir em tecnologia

Empreendedores que atuam nas áreas de tecnologia e inovação têm maiores chances de conquistar seu lugar ao sol em Portugal.

Existe hoje uma Rede Nacional de Incubadoras e Aceleradoras (RNI) que conecta e viabiliza mais de 150 aceleradoras e incubadoras no país. A rede promove o intercâmbio e a cooperação entre as incubadoras e aceleradoras para oferecer recursos e serviços aos empreendedores que decidam investir no país.

A RNI conta ainda com uma série de programas de apoio voltados aos empreendedores, que oferecem desde suporte estratégico e assessoria até medidas de fomento ao empreendedorismo.

Outra iniciativa do governo de Portugal que visa estimular o empreendedorismo é o Vale Incubação, que oferece apoio direto aos empreendedores. A medida concede apoio a projetos empreendedores que tenham menos de um ano, desde que os beneficiários não possuam outros projetos aprovados na área de Inovação Produtiva.

O valor limite do apoio é de 7.500€ para os serviços prestados pela incubadora. Estes serviços podem ser: gestão do negócio, apoio na estratégia de marketing, comunicação e divulgação; assessoria jurídica, desenvolvimento de produtos e serviços e apoio a candidaturas em concursos de financiamento.

Investir em Startups em Portugal

Em Portugal o ambiente também é extremamente favorável para a criação de startups. Tanto que o país tem um visto específico para este tipo de investimento: o Startup Visa.

O visto foi criado em 2018 para incentivar a vinda de investidores empreendedores que queiram abrir uma empresa de caráter inovador em Portugal. O programa acontece em duas fases: certificação das incubadoras e candidatura dos empreendedores.

Ele pode ser solicitado por investidores que ainda não tenham uma empresa aberta ou por quem já possua um negócio, desde que este tenha menos de 4 anos.

O Programa Startup Visa é de responsabilidade da Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) e as informações e requisitos devem ser consultadas no site da instituição.

Saiba como abrir uma startup em Portugal sendo um empreendedor brasileiro.

Investir no setor de alimentação

Outro bom investimento em Portugal é na área da gastronomia. Os cidadãos portugueses adoram comer bem, ir em restaurantes, padarias, cafés com espaço ao ar livre (esplanadas) para apreciar um bom prato e bater papo. 

Assim, abrir um restaurante com preços acessíveis, bom atendimento e comida de qualidade pode ser um excelente atrativo com fortes chances de sucesso. Ter um horário de atendimento estendido (que é pouco comum em Portugal), oferecer serviço de take-away, estar em uma boa localização e conhecer bem o perfil e os hábitos de consumo do público português são fundamentais para garantir as chances de ver o negócio prosperar. 

Muitos brasileiros que desejam investir no país optam por abrir restaurantes especializados em comida brasileira. Esta é outra opção de investimento, que pode tanto encantar clientes portugueses, como os brasileiros que desejam matar a saudade da culinária tipicamente brasileira.

Para investir no setor de alimentação em Portugal é importante pesquisar sobre o mercado para descobrir quais serviços já são oferecidos no país e entender onde é possível criar diferenciais. É importante também focar no bom atendimento, em estratégias de marketing e na fidelização do cliente.

No site da Portugal Invest é possível conhecer um pouco mais da gastronomia portuguesa de todas as regiões do país.

Investir em imóveis

O investimento em imóveis é uma das opções mais escolhidas pelos estrangeiros que decidem investir no país. Principalmente depois da criação do Golden Visa (em 2012), os investimentos desse tipo aumentaram muito. Desde a criação do programa até dezembro de 2021 foram concedidas 9.585 autorizações de residência por compra de imóvel. Chineses e brasileiros foram os maiores investidores, somando 6.093 transações imobiliárias.

Mesmo com a crise gerada pela pandemia, ainda é um bom momento para investir em Portugal na área de imóveis. Em 2021, o total das transações imobiliárias no país chegou a 30 bilhões de euros, o que representa um crescimento de 10% em relação ao ano de 2020.

Comprar e reformar uma casa ou prédio em Portugal pode render bons aluguéis em euro para o investidor. Esta é uma das opções escolhidas pelos investidores. Portugal possui inúmeros imóveis abandonados em áreas históricas das cidades portuguesas, que podem ser excelentes opções com preços de compra bastante atrativos – que ficam muito valorizados após a reforma.

De acordo com o Portal Idealista, especializado em negociações imobiliárias, as previsões para 2022 são otimistas. Os especialistas apontam que os investimentos em imóveis no país devem chegar aos níveis pré-pandemia. Portanto, investir em imóveis ainda é um excelente negócio para os investidores brasileiros.

Saiba como comprar um imóvel em Portugal.

Investir no turismo

Aos poucos Portugal começa a retomar o turismo, um dos setores que mais sofreu com a pandemia e que é tão importante para a economia do país. No primeiro semestre de 2021, o turismo movimentou cerca de 757 milhões de euros, 21% a mais do que em 2020.

Uma boa opção de investimento no turismo de Portugal é comprar um ou mais apartamentos, reformá-los e rentabilizá-los com aluguel por meio de plataformas como o Airbnb. 

Muitos estrangeiros também têm optado por investir no chamado Turismo Rural, especialmente em regiões como o Douro e o Alentejo. Os hotéis rurais, que têm crescido muito em números nos últimos anos,  são um investimento que agrada uma parcela específica de turistas, muitas vezes com bom poder aquisitivo e dispostos a pagar por viver uma experiência desse tipo.

O Governo de Portugal tem uma vasta oferta de incentivos e programas para quem deseja investir no turismo do país. Veja a lista de apoios no site oficial do Turismo de Portugal.

Investir em serviços

Investir na prestação de serviços em Portugal também é uma excelente ideia de empreendimento, tanto para quem pretende abrir um negócio, como para quem pretende se associar a uma empresa já existente.

Assim, além das áreas que listamos acima, existem outros setores para investir em Portugal que você pode considerar, como serviços de limpeza, academias de ginástica, lavagem de automóveis, salões de beleza e estética, lavanderias self service e pet shops.

Nesse setor, a abertura de uma franquia é a escolha de muitos empreendedores brasileiros que imigram para Portugal. É possível, inclusive, investir em franquias com baixo valor de investimento, a partir de 3.000€ aproximadamente.

Incentivos do governo português para investimento

Como já mencionamos ao longo deste artigo, Portugal tem incentivado o investimento estrangeiro no país através de vários acordos e programas. Além de serviços que garantem a rapidez para abrir uma empresa em Portugal (como o Empresa na Hora), há regiões com maiores demandas em alguns setores da economia, além dos incentivos que são oferecidos pelas Câmaras Municipais (prefeituras). 

Dentre as vantagens fiscais para o investimento em Portugal estão as seguintes.

  • Isenção de alguns impostos no primeiro ano;
  • Benefícios fiscais contratuais ao investimento produtivo;
  • Regime fiscal de apoio ao investimento;
  • Dedução por lucros retidos e reinvestidos;
  • Incentivos fiscais em investigação e desenvolvimento empresarial;
  • Vantagens para a instalação de empresas em território do interior;
  • Redução na tributação do saldo positivo entre mais-valias e menos-valias;
  • Regime Fiscal dos Residentes Não Habituais.

Conheça todos os detalhes e as formas de acesso destes benefícios no folheto informativo do governo português. Veja também uma lista completa com as razões para investir em Portugal no site do governo.

Investir em Portugal no pós-pandemia

Investir em Portugal no cenário pós-pandemia inspira segurança, pois o país vem apresentando sinais consistentes de recuperação econômica. O FMI (Fundo Monetário Internacional) prevê que a economia portuguesa cresça 5,1% em 2022. Já o governo de Portugal é mais otimista e espera um crescimento de 5,5%.

A tendência é que o consumo das famílias portuguesas volte a alavancar neste ano. Da mesma maneira, é esperado que o turismo volte a ser um dos principais geradores de emprego e renda no país (um em cada cinco empregos gerados no período pré-pandemia). 

O governo português já anunciou um Programa de Estabilização Econômica e Social (PEES) para garantir recursos, projetos e linhas de crédito para as empresas gerarem emprego e voltarem a contratar e a crescer. 

O Programa é focado em:

  • Apoiar os cidadãos que tiveram quebra de rendimentos durante a pandemia;
  • Manter empregos e auxiliar a retomada progressiva das atividades econômicas;
  • Apoiar as empresas na retomada das atividades.

Vistos para quem deseja investir em Portugal 

Atualmente Portugal tem três tipos de vistos destinados especialmente aos investidores estrangeiros. Trata-se do Visto D2 para empreendedores, o Golden Visa e o Startup Visa. 

O Visto D2 é dedicado a pessoas que pretendam empreender no país, seja abrindo um negócio ou atuando como trabalhador autônomo. Esse visto também permite o reagrupamento familiar, para que toda a família possa residir em Portugal. 

O Golden Visa, por sua vez, é destinado a quem faça investimentos com valores superiores, sendo de 250.000€ o investimento mínimo. A aquisição de imóveis é a modalidade mais utilizada pelos investidores, mas o programa possui outras 7 possibilidades de investimento, como transferência de capitais, fundos de investimento, criação de postos de trabalho e constituição de sociedade comercial.

Depois de quase 10 anos desde a criação, o Programa Golden Visa tem novas regras em 2022, e você pode conferi-las neste artigo.

Por fim, há o Startup Visa, como já explicamos anteriormente, que é destinado aos investidores que planejam criar uma empresa inovadora no país. 

Entre as vantagens de ter um visto de investidor em Portugal, estão as seguintes:

Como investir em Portugal e conseguir a cidadania portuguesa? 

Como mencionamos acima, uma das maiores vantagens de investir em Portugal é a possibilidade de poder solicitar a nacionalidade portuguesa depois de 5 anos de residência legal no país. 

Os cidadãos titulares do visto D2 e do Startup Visa têm direito a pedir a nacionalidade portuguesa por tempo de residência, isto é, depois de completar 5 anos de residência no país.

Já os investidores do Golden Visa detêm um direito semelhante. Entretanto, para estes o requisito fundamental não é o tempo de residência, mas o tempo de manutenção do investimento. Quem mantiver o investimento em Portugal por 5 anos, está apto a solicitar a nacionalidade portuguesa.

Investimentos mais buscados por brasileiros

Entre os investimentos mais buscados pelos brasileiros em Portugal estão as áreas que mencionamos anteriormente: a criação de startups e o investimento nos setores de tecnologia, investimento em negócios relacionados à promoção do turismo, empreendimentos no setor de prestação de serviços e o investimento em imóveis (para aluguel ou mesmo para moradia.

Agora que você já sabe como investir em Portugal, aproveite as dicas para pesquisar mais sobre o mercado português e definir qual investimento em Portugal é mais adequado para o seu perfil. E para complementar, não deixe de ler nosso artigo sobre as melhores cidades para investir em Portugal.

Por Tié Lenzi

Mestre em Direito e redatora. Vive em Portugal e logo que chegou ao país começou a trabalhar com redação e revisão de conteúdo. Gosta de conversar, partilhar informações e de entender como as coisas funcionam, por isso produz conteúdos para estar sempre atualizada e ajudar outras pessoas.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.