Horário de Lisboa: € Cotação: Euro Hoje

Se você pretende estudar em Portugal, além de entender os processos de aquisição do Visto de Estudante e saber como planejar a viagem, decidir onde estudar também é muito importante. Para isso, o ideal é conhecer as melhores universidades de Portugal  em 2022 e escolher a que se encaixa melhor ao seu perfil e, claro, a que oferece o curso pretendido.

Primeiramente, saiba que estudar em Portugal pode ser um bom investimento na sua formação. O país é referência em várias áreas de ensino e tem uma das universidades mais antigas do mundo, a famosa Universidade de Coimbra, fundada em 1290. 

Além do mais, a oferta de formação é abrangente em Portugal. Entre o ensino universitário e o politécnico são mais de 280 instituições, segundo dados do Pordata. Então, conheça agora quais são as melhores universidades de Portugal, quais aceitam a nota do ENEM, como se candidatar para uma universidade portuguesa e como funciona o ano letivo.

Quais as melhores universidades de Portugal?

Para saber quais as melhores universidades de Portugal é preciso escolher os critérios de avaliação, existem vários rankings. Cada um leva em conta diferentes aspectos para classificar a instituição de ensino.

Em comum, os rankings das melhores universidades normalmente avaliam a reputação acadêmica, como a instituição é vista pelos seus empregadores, número de citações da universidade em artigos científicos publicados, número de alunos estrangeiros e, é claro, qualidade de ensino.

O ranking desenvolvido pela Quacquarelli Symonds (QS) – um dos mais conceituados em nível internacional, avalia todos os anos as melhores universidades do mundo.

Na lista de 2022, das melhores universidades de Portugal, a Universidade do Porto é a melhor classificada, seguida pela Universidade de Lisboa, ambas com classificações melhores do que receberam no ano passado. E mais instituições portuguesas aparecem no ranking. Confira:

1. Universidade do Porto (295º lugar)

2. Universidade de Lisboa (356º lugar)

3. Universidade Nova de Lisboa (431º lugar)

4. Universidade de Coimbra (455º lugar)

5. Universidade do Minho (571-580º lugar)

6. Universidade de Aveiro (601-650º lugar)

7. Universidade Católica Portuguesa (801-1000º lugar)

Como se candidatar às universidades em Portugal?

Para se candidatar a um curso universitário em Portugal, você deve pesquisar as opções na sua área, escolher o curso e preparar a candidatura.

Para os cursos de graduação nas universidades que aceitam a nota do ENEM é preciso consultar o regulamento da Instituição porque cada uma pode atribuir uma nota e um peso para o resultado do ENEM.

A lista de documentos necessários também pode variar de uma universidade para a outra. No caso dos cursos de Mestrado e Doutorado, você deve fazer a inscrição no site da universidade, anexando os documentos solicitados.

Exemplo de processo para mestrado na Universidade do Minho

Para ter um exemplo de como funciona o processo de candidatura, um aluno que pretendia cursar Mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Minho, precisou enviar currículo, diplomas e uma carta de motivação/apresentação.

A inscrição enviada em maio de 2018, teve o resultado divulgado no mês de junho e em setembro o aluno já iniciou as aulas.

Como o período de tempo entre o resultado e o início das aulas é curto, o aluno precisa ter um planejamento pronto para fazer sua mudança de país nesse meio tempo.

Além disso, é indicado sempre ler o procedimento de cada universidade para ter todos os documentos em mãos quando o período de inscrições chegar.

Algumas Instituições podem pedir a documentação autenticada ou apostilada e, nesse caso, o processo deve ser feito ainda no Brasil. 

Quais as universidades de Portugal aceitam a nota do Enem?

A lista de institutos politécnicos e universidades em Portugal que aceitam a nota do ENEM inclui 51 instituições.

A primeira instituição a aceitar a nota do ENEM como forma de ingresso no ensino superior foi a Universidade de Coimbra, em 2014, e a mais recente foi a Universidade Nova de Lisboa, em 2021. Cada instituição define as regras e os pesos para uso das notas.

Lista das instituições de Portugal que aceitam nota do ENEM do Brasil

  1. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário
  2. Escola Superior Artística do Porto 
  3. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra 
  4. Escola Superior de Saúde do Alcoitão 
  5. Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa 
  6. Instituto de Estudos Superiores de Fafe
  7. Instituto Leonardo da Vinci 
  8. Instituto Politécnico da Lusofonia 
  9. Instituto Politécnico da Maia 
  10. Instituto Politécnico de Beja 
  11. Instituto Politécnico de Bragança 
  12. Instituto Politécnico de Castelo Branco 
  13. Instituto Politécnico de Coimbra 
  14. Instituto Politécnico de Guarda 
  15. Instituto Politécnico de Leiria 
  16. Instituto Politécnico de Portalegre 
  17. Instituto Politécnico de Santarém 
  18. Instituto Politécnico de Setúbal 
  19. Instituto Politécnico de Viana do Castelo 
  20. Instituto Politécnico de Viseu 
  21. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave 
  22. Instituto Politécnico do Porto
  23. Instituto Português de Administração de Marketing de Lisboa
  24. Instituto Português de Administração de Marketing do Porto
  25. Instituto Superior de Gestão
  26. Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia 
  27. Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém 
  28. Instituto Superior Dom Dinis
  29. Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes 
  30. Instituto Universitário da Maia 
  31. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida 
  32. Instituto Universitário de Lisboa 
  33. Universidade Autônoma de Lisboa 
  34. Universidade Católica Portuguesa 
  35. Universidade da Beira Interior 
  36. Universidade da Madeira 
  37. Universidade de Algarve 
  38. Universidade de Aveiro 
  39. Universidade de Coimbra 
  40. Universidade de Lisboa
  41. Universidade do Minho 
  42. Universidade do Porto 
  43. Universidade dos Açores 
  44. Universidade Europeia 
  45. Universidade Fernando Pessoa 
  46. Universidade Lusíada 
  47. Universidade Lusíada-Norte 
  48. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias 
  49. Universidade Lusófona do Porto 
  50. Universidade Portucalense 
  51. Universidade Nova de Lisboa

Exceções na nota do ENEM

Entretanto, é importante salientar que, para os cursos de graduação na área da saúde, a nota do ENEM não é válida. Se você pretende estudar Medicina, Medicina Veterinária ou Odontologia, por exemplo, o procedimento é diferente. É preciso morar em Portugal por 2 anos e fazer o Concurso Nacional.   

Qual a duração dos cursos nas Universidades de Portugal? 

Depois do Tratado de Bolonha, os cursos de graduação em Portugal têm duração de 3 anos. Mas, as graduações na área da saúde, têm uma duração maior.

Uma possibilidade para quem já esta ou vai entrar na graduação, é fazer um intercâmbio durante o curso, que pode durar de 6 a 12 meses.

Para quem já concluiu a graduação, os cursos de Mestrado tem duração de 2 anos e os de Doutorado entre 3 e 4 anos. Para fazer pós-doutorado, o tempo de estudo é de 1 ano.

Nesses casos é preciso pesquisar quais universidades de Portugal oferecem pós-graduação na sua área e linha de pesquisa. 

Quanto custa estudar nas universidades de Portugal?

É importante saber que as melhores universidades de Portugal são públicas, mas que não são gratuitas como no Brasil. As universidades públicas portuguesas são pagas.

O Ministério da Educação em Portugal estabelece um valor máximo, e as universidades estabelecem o preço das propinas (mensalidades), a partir desse indicador.

Os estudantes internacionais normalmente pagam um valor maior do que os portugueses, porque estes têm um subsídio pago pelo Governo.

O custo médio para estudar em uma universidade pública em Portugal, seguindo os critérios do Governo para o ano letivo de 2019/2020 é de 1.250 euros por ano para Graduação e Mestrado (cerca de 6.300 reais) e entre 2.500 e 3 mil euros por ano, para Doutorado (cerca de 15 mil reais). 

É importante salientar que os valores podem variar de acordo com o curso e a Universidade escolhida. Para dar um exemplo, no caso da Universidade do Minho, a tabela de preços é de 872 euros para a licenciatura, e custa entre 1250 e 1750 euros para os cursos de Mestrado. A propina do Doutorado é de 2.750 euros por ano. 

E então, vale a pena estudar em uma das universidades de Portugal?

Fazer um curso, ou mesmo um intercâmbio no exterior é sempre uma experiência enriquecedora, tanto pessoal quanto profissionalmente.

Você aprende a se integrar numa nova cultura, a falar ou aprimorar novos idiomas, tem a oportunidade de conhecer estudantes e profissionais do mundo inteiro dentro do mesmo campus, expande sua visão de mundo e descobre que pode fazer muito mais do que imaginava ser capaz.

E, claro, estudar fora é uma excelente oportunidade para qualificar o seu currículo e ampliar as oportunidades de trabalho.

Se a ideia for permanecer na Europa, estudar em uma das melhores universidades de Portugal é mais do que uma opção, e sim, uma necessidade para se destacar dentre tantos candidatos para vagas de emprego.

Mas, também é uma boa ideia se a intenção for voltar para o Brasil quando terminar o curso para ingressar no mercado de trabalho brasileiro. As empresas do país, nacionais e internacionais, valorizam bastante os currículos com experiências no exterior.

Como é o ano letivo em Portugal?

Essa é uma questão importante. O ano letivo em Portugal é diferente do Brasil, logo, é preciso estar atento aos períodos de seleção e candidatura.

Nas escolas, institutos politécnicos e universidades de Portugal as aulas iniciam no mês de setembro e vão até janeiro – primeiro semestre – e o segundo semestre vai de fevereiro até o mês de junho.

As férias ocorrem no verão europeu. Os meses de calor são julho, agosto e setembro.

Com datas diferentes do Brasil, quem quiser estudar em Portugal precisa estar atento ao calendário letivo português. Normalmente, o período de inscrição e seleção é entre abril e junho.

É importante sempre consultar as datas no site das universidades de Portugal que sejam do seu interesse para não perder os prazos e para confirmar a documentação necessária para a inscrição.

Como conseguir um visto para estudar em Portugal?

Para conseguir um visto para estudar em uma das universidades de Portugal, o aluno precisa, primeiro, ter a aprovação e a matrícula na universidade, como falamos nos tópicos anteriores. O visto é concedido para quem já sabe onde e quando começar a estudar em Portugal.

Depois disso, é só reunir a documentação necessária e solicitar o visto perante o Consulado. Uma vez em Portugal, será necessário pedir a respectiva Autorização de Residência no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Se você já estiver em Portugal, é possível realizar o pedido diretamente no SEF, se reunir os requisitos.

Os brasileiros que pretendem estudar em uma das universidades de Portugal podem tirar o Visto D4, D5 ou E6. Cada um possui uma finalidade específica:

Visto D4

O Visto de Estudo D4 pode ser solicitado por estrangeiros com matrícula ou carta de aceitação de instituição de ensino em Portugal, indicado para estudar em longa duração no país, ou seja, por mais de 1 ano.

Visto D5:

O visto D5 é indicado para todos os cidadãos estrangeiros que queiram morar e estudar em Portugal e que não sejam nacionais da União Europeia, do Espaço Econômico Europeu ou da Suíça. O visto é aconselhado para estudantes do ensino superior que já residam e estudam na Europa (em um dos 28 países membros da União Europeia).

Visto E6

O visto E6, é indicado apenas para frequência em programas de estudo em estabelecimento de ensino, para intercâmbio de estudantes, para realização de estágio profissional não remunerado ou para voluntariado, além de casos específicos de compromissos internacionais.

Visto E9

O Visto E9, também de curta duração (em um período menor do que 12 meses), é voltado para quem pretende frequentar cursos em estabelecimento de ensino ou de formação profissional em Portugal.

Por Pri Fortinho

Sou uma brasileira de Santa Catarina, graduada em Publicidade e Propaganda e especializada em redação criativa. Em 2017 me mudei para Portugal com o objetivo de conhecer novas culturas e refinar minha perspectiva sobre o mundo. A mudança de país me apresentou a um estilo de vida mais minimalista e à oportunidade de trabalhar produzindo conteúdo para inspirar as pessoas a buscarem mais qualidade de vida e bem-estar.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.