Horário de Lisboa: 13h20 € Cotação: Euro Hoje

Um mestrado em outro país representa a chance de abrir portas acadêmicas e profissionais. Além disso, possibilita uma formação ainda mais completa e desafiadora para a pessoa, que estará em contato com professores e colegas de outras nacionalidades. Mas você sabe o que é necessário para cursar um mestrado em Portugal em 2021?

Este texto vai lhe apresentar o tipo de visto exigido para o ingresso no país, abordar quais são as universidades em que os brasileiros estudam, falar sobre o processo seletivo, entre outras curiosidades que prometem esclarecer muitas das dúvidas gerais dos estudantes. 

Acompanhe até o final.

Os primeiros passos para fazer mestrado em Portugal

A decisão de morar fora exige planejamento, foco e disciplina para executar o plano proposto. Uma pesquisa prévia a respeito das universidades mais indicadas para a área de estudo que você procura, torna-se essencial num primeiro momento.  

Portanto, comece a explorar quais as instituições de ensino que mais se adequam ao seu orçamento e ao seu estilo de vida.  Acesse os sites dessas entidades para avaliar a oferta de cursos de mestrado e, deste modo, começa o “namoro” com aquele lugar que pode ser a sua futura faculdade!

Portugal conta com mais de 30 instituições reconhecidas pelo governo, habilitadas a conferir graus acadêmicos.

As mais procuradas por brasileiros que vêm fazer mestrado em Portugal são:

Universidade do Porto – Porto

Universidade Nova de Lisboa – Lisboa

Universidade de Coimbra – Coimbra

Universidade do Minho – Braga e Guimarães

Universidade de Trás os Montes e Alto Douro – Vila Real

Universidade da Beira Interior – Covilhã

Universidade de Aveiro – Aveiro

Universidade de Lisboa – Lisboa

Universidade Católica Portuguesa – Lisboa, Porto, Braga e Viseu

Conheça as principais universidades de Portugal

Também existem algumas listas que são atualizadas, ano a ano, com as universidades mais bem avaliadas por continente ou país. Dentre estes rankings de análise, encontram-se o QS World University Rankings, o Academic Ranking of World Universities – ARWU e o Times Higher Education World University Rankings, bem como o Webometrics Ranking of World Universities.

Mas atenção, os interessados em cursar um mestrado podem preferir os cursos lecionados nos institutos politécnicos portugueses.

Os politécnicos têm se tornado reconhecidos internacionalmente quando o assunto é o mestrado profissionalizante e contam com docentes de qualidade elevada, além de uma didática que costuma ser elogiada pelos alunos.

Saiba mais sobre os cursos técnicos em Portugal.

Quem pode cursar mestrado em Portugal?

De forma geral, os cursos de mestrado oferecidos pelas universidades portuguesas são disponibilizados para estudantes de todas as nacionalidades.

O que muda são as condições para iniciar os cursos, porque a depender da nacionalidade, o estudante precisa comprovar um grau mínimo de conhecimento da língua portuguesa.

Este fator não entra em vigor no caso dos brasileiros, que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Em relação à cobrança das mensalidades, ou das propinas, que é o termo utilizado em Portugal, vale dizer que diverge entre alunos portugueses e estrangeiros.

Um curso de Comunicação Estratégica na Universidade da Beira Interior, por exemplo, pode custar em torno de €1.200,00 anuais para um aluno brasileiro. Já para o estudante português, este valor pode cair quase pela metade.

Cursos de mestrado em Portugal: como escolher?

No processo de decisão pelo curso de mestrado ideal, vale a dica: pesquise na internet quais são os cursos de destaque de determinadas universidades e por qual razão estes se diferenciam.

Mais uma orientação que pode ser útil é entrar nos fóruns e grupos de discussão das redes sociais, para conversar com alunos que fazem mestrado na sua área de estudos.

Ou seja, ouça também estas contribuições, pois é sempre válido entender as percepções de variadas pessoas.

Uma sugestão que pode ajudar é: defina o que você espera do curso e o que pretende aprimorar enquanto acadêmico. Por exemplo, se você tiver formação na área de Ciências da Comunicação, poderá escolher o Mestrado de Jornalismo, Publicidade e Propaganda ou Audiovisual e Multimídia (opções oferecidas pela Universidade do Minho). Outras alternativas são o Mestrado em Marketing ou o Mestrado em Comunicação Multimídia, ambos ofertados pela Universidade de Aveiro.

Por outro lado, a área do Direito tem a Universidade de Coimbra como referência mundial. Os cursos ligados a Engenharia e Medicina são bem avaliados nas universidades de Lisboa e Porto. A Universidade da Beira Interior tem encontrado prestígio em seus cursos na área da Saúde.

Já cursos de Arquitetura e em áreas de tecnologia são muito procurados na Universidade do Minho.

Entretanto, isso não quer dizer que uma universidade é melhor do que a outra, em todos os aspectos. Por este motivo, a pesquisa personalizada é válida e indispensável.

mestrado em portugal

Como ingressar no mestrado em Portugal?

O visto de estudante mais solicitado é o D4, concedido para quem vai cursar mestrado e que tem a duração do curso, com uma média de 2 anos. Lembrando que, mesmo após esta estadia de 2 anos, caso o aluno encontre um emprego em Portugal, ele pode continuar a ser residente legal ao dar entrada, desta forma, na residência por meio de contrato de trabalho.

Outra informação é que, se o brasileiro vem a Portugal para cursar um mestrado e, depois disso, pretende ainda fazer um doutorado, ele também pode ampliar o tempo de residência em terras portuguesas, de acordo com os seus estudos.

Mas se o desejo do estudante é não fazer o curso todo de mestrado em Portugal, ele consegue entrar na modalidade Erasmus – que é quando a pessoa estuda um semestre no exterior e pode aproveitar a maior parte do conteúdo do curso no país de origem.

Documentos necessários e processo seletivo

O processo seletivo para o mestrado começa a partir das inscrições.

Desta maneira, é importante que você consulte o site da sua universidade de preferência para verificar a relação de toda a documentação necessária, a depender do curso.

O período de inscrição para os processos seletivos, que visam ingresso ao mestrado em Portugal, tem início em fevereiro e pode seguir até maio ou junho, dependendo das universidades. A taxa que é paga, vale ressaltar, varia conforme a entidade.

Algumas cobram em torno de €15,00 e outras €60,00, via boleto bancário. Por este motivo, prepare o bolso. Quando você opta por se candidatar ao processo seletivo de apenas uma universidade, sabe que vai investir pouco nesta fase. Contudo, se quer arriscar e se inscrever em instituições de ensino diferentes, pode ser que tenha de desembolsar uma quantia razoável.

Normalmente as aulas de mestrado em Portugal começam em setembro, mas é normal que muitos estudantes iniciem os estudos em outubro, porque esperam a aprovação de seus vistos antes de embarcar.

Os documentos necessários para a candidatura no processo seletivo podem variar.

A maioria das universidades pede essencialmente a seguinte lista:

Ficha de inscrição (preenchida on-line e que solicita dados pessoais, como números de documentos, comprovante de residência, etc.);

Diploma da graduação e/ou pós graduação (apostilados);

Histórico escolar (solicite um histórico atualizado na universidade em que concluiu a graduação);

Curriculum vitae detalhado;

Portfólio (solicitado por alguns cursos específicos);

Fotocópia de bilhete de identificação (passaporte);

Carta de motivação (é como se fosse uma apresentação pessoal em que o candidato explica os motivos pelos quais quer fazer aquele curso);

Comprovante de vacina antitetânica (solicitado em algumas universidades);

Comprovante de pagamento da inscrição.

O que é mestrado, mestrado integrado e 2º ciclo em Portugal?

Muito comum na hora do preenchimento da inscrição para o mestrado, a nomenclatura “Mestrado Integrado” pode causar certa confusão. Então atente-se para isso, porque esta modalidade é destinada para quem concluiu a graduação e pretende dar continuidade aos estudos com o Mestrado Integrado.

Se o seu caso não é esse, escolha o Mestrado chamado de 2º ciclo. Porém, observe que existem cursos, no 2º ciclo, que se dirigem ao ramo profissionalizante, enquanto outros são focados no ramo de investigação. Basicamente, o profissionalizante exige estágio curricular e o de investigação exige desenvolvimento de tese/dissertação.

A resposta do processo seletivo do mestrado em Portugal

A ansiedade costuma tomar conta dos concorrentes a uma vaga em curso de mestrado, logo no período de candidaturas. No entanto, é preciso calma, já que as instituições tendem a divulgar as listas dos resultados somente após um tempo, e isso pode demorar de dias a meses.

O mais usual é que o candidato receba, em seu e-mail, um arquivo em formato PDF, ou até um link de acesso, em que poderá consultar a classificação para o curso no qual se inscreveu.

Algumas universidades aceitam solicitação da revisão da classificação, mas outras não abrem precedentes para isso. Cabe citar que alguns cursos aceitam apenas 15 alunos por turma e, em outros casos, até 30 estudantes podem ser classificados. A quantidade de vagas disponíveis por curso consta para o candidato, já no período de preenchimento do formulário da inscrição.

Durante o processo de candidatura e até o recebimento dos resultados, você sempre poderá tirar dúvidas com o setor responsável pelas inscrições, através de números de telefones e endereços de e-mails, fornecidos pela universidade.

Custos do mestrado em Portugal: valor das mensalidades

Como em muitos países do mundo, há as universidades privadas e as universidades públicas, e ainda aquelas que são público-privadas. Porém, o que muita gente não sabe, é que diferente do Brasil, mesmo nas universidades públicas de Portugal, os estudantes precisam pagar mensalidade (as chamadas propinas).

O valor costuma compensar, uma vez que a depender da situação, é mais barato do que muitos mestrados oferecidos no Brasil. Em um ano, você pode ter de pagar €1.300,00 ou €6.500,00 para cursar um mestrado, tudo muda segundo cada curso e cada universidade.

Saiba mais: custo de vida em 2021

Como conseguir bolsa de mestrado em Portugal?

Existem entidades portuguesas que oferecem bolsas de estudo ou possuem parcerias com universidades brasileiras.

Há as opções do CAPES e CNPq, que são as principais agências de financiamento no Brasil.

Instituições bancárias, como o Banco Santander, possibilitam programas de bolsas que podem ser utilizadas por estudantes brasileiros que queiram fazer mestrado em Portugal.

Portanto, os candidatos interessados em ingressar com o benefício de bolsas, devem procurar as suas universidades brasileiras.

Ou então pesquisar as entidades relacionadas com as universidades portuguesas que possam intermediar este benefício. 

As Fundações de Amparo à Pesquisa Estaduais também oferecem, em alguns casos, bolsas de pesquisa ou ensino no exterior.

Bom, as diretrizes foram traçadas a partir deste conteúdo e, agora, o restante do trabalho fica por sua conta! Comece as suas pesquisas a respeito das universidades e renda-se a esta maravilhosa experiência que é cursar um mestrado em Portugal!

Se você possui interesse em saber sobre vistos de residência ou se pretende adquirir a Nacionalidade Portuguesa, envie uma mensagem para a nossa assessoria. Nós estaremos à espera do seu contato.

Por Naiara Andrade

Naiara Andrade é brasileira, catarinense e jornalista. Tem experiência em produção de conteúdo, mas também em outras atividades nas áreas da Publicidade e do Marketing Digital. Já morou na Irlanda, onde aprimorou um segundo idioma. Atualmente reside em Portugal e cursa Mestrado em Comunicação Estratégica, na UBI. Apesar de gostar muito do mar, Naiara aprendeu a apreciar as montanhas. Apaixonada por música, ela adora viajar, curte cinema e está sempre aberta a novos desafios pelo caminho.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.