Horário de Lisboa: € Cotação: Euro Hoje

O primeiro grande passo, caso você decida morar em terras portuguesas, é fazer um planejamento detalhado. Além de ter conhecimento de toda a documentação necessária, onde vai se estabelecer e como vai trabalhar, conhecer o custo de vida em Portugal é fundamental.

Muito importante é garantir que os valores que você tem de reserva, ou mesmo aqueles que já estará recebendo em Portugal, possam suportar as suas contas do mês.

Mas aí vem a boa notícia: o custo de vida em Portugal é um dos mais baratos para se viver na Europa.

Se formos comparar com os Estados Unidos, por exemplo, a diferença pode até ser maior. O custo de vida em Portugal é quase 60% menor do que o do país americano, e o aluguel chega a metade do valor de lá.

Mas para que fique bem mais fácil para você se planejar, separamos item por item os valores médios de alguns custos fixos e variáveis mensais em 2023.

Conheça aqui uma média de valores aplicados em 2023, com base na capital portuguesa, Lisboa, e na cidade do Porto.

Lembrando que o salário mínimo em Portugal subiu para 760,00 euros a partir de 1º de janeiro de 2023, conforme publicado no Diário da República.

Analise os valores mensais para lhe ajudar a morar e investir em Portugal.

Como calcular o custo de vida em Portugal?

A amostragem da análise foi feita com base na capital Lisboa, tida como cidade mais cara de Portugal, mas consideramos também os valores de um outro grande centro urbano do país: a cidade do Porto.

Sempre lembrando que o custo de vida em cidades maiores, como a capital e o Porto, é também mais alto, e, dependendo da época do ano, os valores podem variar bastante.

E, claro, locais turísticos tendem a apresentar valores ainda mais elevados, especialmente durante a alta temporada. Até porque Portugal tem se voltado muito ao turismo nos últimos anos.

Por isso, há os números médios e uma escala de variação, que temos certeza vai lhe ajudar na construção da sua análise de custos de vida de Portugal.

Qual o custo de vida em Portugal em 2023?

Se você está acompanhando as notícias de Portugal enquanto planeja a sua viagem, deve saber que o país vive um contexto cercado de incertezas por diferentes fatores, como a guerra na Ucrânia, a inflação que está elevada e uma forte subida de juros.

Na metade do mês de dezembro de 2022, o Banco de Portugal divulgou o Boletim Econômico mensal apontando para uma taxa de inflação ainda perto dos 6% em 2023, mas com um forte abrandamento de 1,5%, afastando um cenário de recessão anual.

Apesar de otimista sobre o crescimento da economia, o Banco de Portugal espera que a inflação desça para 5,8%, que é uma baixa, porém, ainda se mantém elevada. Isso significa, simplesmente, que o custo de vida em Portugal subiu.

Embora o cenário não pareça dos melhores para quem pretende se mudar para o país em 2023, com estudo, as contas feitas e um bom planejamento, mudar-se para Portugal pode deixar de ser um sonho e se tornar uma realidade. Confira o custo de vida em Portugal de 2023 na lista abaixo, com todos os valores apresentados em EURO €.

custo de vida em Portugal atualizado
Como calcular o custo de Vida em Portugal em 2023

Custo com restaurante em Portugal

Há restaurantes para todos os gostos e também para todos os bolsos em Portugal.

Desde os mais refinados, que contam com o talento de chefs renomados, oferecem uma carta de vinhos de causar inveja e sobremesas impressionantes, até os mais simples e tradicionais, existem opções que atendem tanto quem está em busca de sofisticação quanto quem deseja economizar e, mesmo assim, comer bem. 

Saiba como é a gastronomia portuguesa.

 


É possível encontrar menus – um combinado de sopa ou salada, prato principal, sobremesa e o tradicional café – por € 7,50 no almoço.

Em estabelecimentos fora da área central das cidades, obviamente o preço é sempre menor. Mas comer fora, tanto em Lisboa como no Porto, é sempre uma experiência interessante, para além do tradicional bacalhau.

Há opções como o bitoque (nosso à la minuta), pregos ou bifanas (baurus de vaca ou porco) que podem custar em torno de € 7,00 e aniquilar com a sua fome sem deixar rastros. 

Conheça, abaixo, alguns valores:

 

Preços de Supermercado em Portugal

Portugal conta com, pelo menos, quatro grandes redes de supermercados que concorrem entre si.

E esta concorrência, é lógico, resulta em ofertas muito convenientes ao consumidor, seja nos grandes hipermercados, como o Auchan e Lidl, no tradicional Continente ou nas lojas do Pingo Doce e Mini Preço.

O que não muda é a qualidade: você encontra produtos muito bons por valores que seriam impensáveis no Brasil, especialmente queijos, vinhos e frutos do mar. Sem falar dos produtos de marcas próprias ou marcas brancas.

Entre os países europeus, Portugal está entre os mais baratos para as compras de mercado.

Lista com os preços de produtos de supermercado em Portugal:

 

Confira mais detalhadamente o conteúdo sobre supermercados em Portugal, e em nosso vídeo.

Custo do aluguel em Portugal

O aluguel de uma casa ou apartamento é, sem sombra de dúvida, o maior custo de vida que você vai ter em Portugal. Com variações importantes entre as zonas mais turísticas ou centrais das grandes cidades, para as regiões metropolitanas um pouco mais afastadas, nem é preciso ir muito longe para sentir no bolso a diferença de preço. 

Confira também: Como alugar casa em Portugal: as regras e como conseguir

Como alugar apartamento em Portugal

Alugar imóvel em Portugal: onde estão os preços mais baratos?

Na região central de Lisboa os valores são salgados. Partem de € 850,00 para um apartamento pequeno, de um dormitório, podendo chegar até € 1.800,00. Fora do centro é possível encontrar boas opções partindo dos € 600,00, raramente menos do que isso. 

Em regiões intermediárias, ou seja, cidades entre Lisboa e Porto, fora do eixo central, ainda encontram-se aluguéis por € 500,00 e até algumas opções por € 450,00 para apartamentos T0, a nossa conhecida quitinete. Abaixo um panorama dos valores médios atuais:

Custo de vida com lazer em Portugal

Morar na Europa tem uma série de vantagens quando falamos em alternativas de lazer. Concertos, espetáculos e acesso a museus e centros culturais, quando não são gratuitos, têm um custo bem acessível e oferecem um universo de história e conhecimento.

Em Portugal, todo o primeiro domingo do mês uma série de museus abre as portas para visitação gratuita. Basta organizar a agenda e você pode não gastar nenhum centavo com isso.

De Norte a Sul do país há espaços para todos os gostos, desde museus de arte moderna e contemporânea até os mais tradicionais monumentos, como a Torre de Belém, na Capital, por exemplo. 

Para além destas alternativas, as academias (ginásios), cinemas e prática de esportes devem ser consideradas no seu orçamento. Confira os custos de vida em Portugal quanto ao lazer:

Custo de vida em Portugal: educação infantil 

Se você tem filhos em idade escolar e decidiu morar em terras portuguesas, fique tranquilo. Há várias possibilidades que vão lhe ajudar a calcular o custo de vida em Portugal quanto à educação.

O que não faltam são opções de escolas de excelente qualidade e, a maior parte delas, gratuitas. O ensino no país é público e oferecido pelo governo até o final do secundário – o nosso ensino médio no Brasil. E o sistema educacional português é reconhecido como um dos melhores da Europa.

 

Saiba mais: Educação infantil em Portugal: creches e escolas

No país, a taxa de alfabetização é superior a 95%, um bom sinal da abrangência da escolarização no território português. Além disso, o ensino público oferece uma excelente formação em línguas. Fora o inglês, disponibiliza o aprendizado de um outro idioma incluído no currículo escolar: francês ou alemão.

Há, ainda, um sistema de distribuição gratuita dos livros/manuais escolares. É isso mesmo, na maioria dos casos os livros também são oferecidos pelo governo, bastando devolvê-los no final do ano letivo para receber os do próximo, sem pagar nada. 

Logicamente há as escolas particulares, que são a escolha de uma pequena parte da população mais abastada, visto que os valores não são muito confortáveis levando em conta sua proporção no rendimento médio dos portugueses.

O ano letivo começa em setembro e vai até janeiro do ano seguinte. As férias escolares acontecem de junho a setembro, que são os meses de verão europeu. Se planeje com as datas e os valores que precisarão ser desembolsados e garanta um menor custo de vida em Portugal.

Custo com transporte em Portugal

transporte público em Portugal é super funcional. Grande parte das cidades usa o sistema de cartões e passes unificados. Lisboa e Porto possuem uma logística de passes integrados para uso, inclusive, nas cidades que integram as regiões metropolitanas.

O custo de vida em Portugal no que tange o transporte público é bem interessante para quem pretende usá-lo com frequência. 

Em Lisboa o bilhete adquirido no autocarro (ônibus) para viagens ocasionais, ou seja, o bilhete único, comprado direto com o motorista, custa € 2,00.

Mas, para 2023 já está valendo um aumento de 10%, que é superior a 6,11% – a Taxa de Atualização Tarifária média definida pela Autoridade da Mobilidade e dos Transportes. Esse aumento não ocorre em todas as empresas de transportes. A Carris Metropolitana e a CP irão manter todo o seu atual tarifário.

Por outro lado, de acordo com o Sistema de Transportes Metropolitano de Lisboa, em 2023 os bilhetes diários (válidos para as viagens realizadas em 24 horas após a primeira validação) para a Carris/Metro passam a custar 6,60 euros (eram 6,45 em 2022), na Carris/Metro/Transtejo 9,70 euros (eram 9,60 em 2022) e na Carris/Metro/CP mantém o preço de 10,70 euros.

Em Lisboa o bilhete adquirido no autocarro/ônibus para viagens ocasionais, ou seja, o bilhete único, custa € 2,00. Já para o elétrico, aqueles bondinhos charmosos que sobem Alfama passando pelo Bairro Alto, a passagem custa € 3,00.

Duas viagens no elevador de Santa Justa, um raro passeio ao mirante com vista para o castelo de São Jorge e toda a baixa pombalina, não saem por menos de € 5,00. Tudo isso pode ser incluído no cartão Lisboa Viva. Com o custo mensal de € 30,00 € para viagens sem limite dentro da cidade e  € 40,00 para o navegante metropolitano, ou seja: abrange as 18 localidades da região metropolitana de Lisboa, de Sintra a Setúbal.

Custo das contas de casa em Portugal

De uma maneira geral, os valores do custo de vida em Portugal, quando se fala de contas fixas da casa não variam muito no território português.

O que vai aumentar ou diminuir esses custos, é a quantidade de pessoas e como a energia é utilizada. Mas, em muitas residências há instalação de gás, o que ajuda por exemplo no consumo de energia na hora do banho.

Assim, trazemos os valores para um casal:

Gastos com carro no custo de vida em Portugal

Ter um carro traz muitas facilidades, pois garante independência para chegar aos destinos nos horários que quiser, sem depender dos horários do transporte público. Também é melhor para quem tem horários noturnos, já que, dependendo da localidade, os horários à noite e de madrugada ficam bem defasados.

Por outro lado, ter um carro é aumentar seu custo de vida em Portugal, primeiro com a compra do veículo, depois com o combustível e também com as portagens quando vai de uma cidade para a outra. 

Há muitos pedágios (portagens) nas autoestradas privadas de Portugal (sinalizadas pela letra A, como A28). Sempre que for viajar pelo caminho mais cômodo, prepare o bolso, ou escolha um caminho alternativo menos cômodo, que pode levar um pouco mais de tempo devido ao trânsito.

Para 2023, a Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informou sobre o aumento das taxas de portagem para a Classe C1, que inclui motociclos e os ligeiros de passageiros (carros de passeio), nos principais percursos urbanos e de média/longa distância. 

Para ter uma ideia, você pode pagar os seguintes valores:

  • Porto a Lisboa: € 23,45
  • Lisboa a Algarve: € 22,40
  • Porto a Valença: € 9,75
  • Porto a Amarante: 4,40 

No site do IMT você pode pesquisar a lista de todas as autoestradas que cobram portagem e qual é o preço. 

E claro, existem os custos com qualquer tipo de conserto que seja necessário (gastos esporádicos) e custos anuais com impostos, que tiveram aumento de 4% para 2023.

Um custo que deixa de existir é com a troca da carta de condução brasileira pela portuguesa. Antes de julho/22 você teria que desembolsar cerca de € 70 para fazer a troca.

A partir de 12 de julho de 2022, os motoristas brasileiros poderão dirigir em todo o território português sem a necessidade de converter a carteira nacional de habilitação (CNH) brasileira. Mas, existem algumas condições específicas para isso:

  • O condutor precisa ter menos de 60 anos;
  • A CNH não pode ter sido emitida ou renovada há mais de 15 anos no país de origem;
  • Precisa ter a idade mínima de 18 anos, exigida pelas leis de trânsito portuguesas;
  • O documento não pode estar vencido ou suspenso no Brasil.

Média de custos com o carro

Imposto Único de Circulação (IUC) – imposto anual – De € 12,20 e € 497,79 (varia conforme tipo de combustível, cilindradas, voltagem dos carros elétricos, ano da primeira matrícula e emissões de CO2)

Inspeção anual obrigatória – € 27,80 (carros de passeio) € 14,00 (motos)

Seguro obrigatório anual – € 250 (em média, há fatores de variação, como no Brasil)

Abastecimento – gasolina média € 1,70/litro; carregamento elétrico de € 0,15 a € 0,45 por kWh

Carta de condução nova

Se for fazer uma carta de condução nova em Portugal, passando pelo processo completo, os preços variam bastante conforme a cidade e a escola.

De acordo com um levantamento com 200 escolas, feito pela Deco Proteste, o preço pode variar de € 375 a € 920 euros, uma diferença de € 545, sem contar custos extras, como se você chumbar em alguma aula prática e precisar repeti-la, custa mais € 30 por aula. 

Carros novos

Atualmente (janeiro/2023) os carros novos em Portugal iniciam em € 14 mil, nos modelos mais populares. Claro, você terá que levar em consideração quais são os opcionais que cada modelo oferece. Veja alguns valores:

  • Renault Clio (a partir de): € 20.415
  • Nissan Micra (a partir de): € 19.855
  • Citroën C3 (a partir de): € 19.648
  • Mini 5 portas (a partir de): € 22.400
  • Golf Volkswagen (a partir de): € 24.650
  • Toyota Corolla Sedan Comfort (a partir de): € 32.040

Carros usados

Com menos de € 2.000 é possível comprar um carro usado para suprir sua necessidade de locomoção sem depender do transporte público. Mas, para garantir um custo-benefício mais elevado, é bom começar a negociar com € 4.500. Avalie muito bem as opções, principalmente sobre o estado de conservação e as revisões feitas ao longo dos anos no veículo, para fazer um bom negócio. Os preços variam muito de acordo com a quilometragem e os opcionais.

  • Fiat Punto (2004): € 2.500
  • Peugeot 206 (2004): € 3.000
  • Smart ForTwo Pulse (2007): € 5.000
  • Toyota Corolla (2003): € 3.850
  • Renault Clio (2013): € 5.500
  • Ford Mondeo (2008): € 4.500
  • Ford Focus (2008): € 4.200 

Dicas importantes para comprar carros usados

Na hora de pesquisar, lembre-se de perguntar se o carro é nacional ou importado, pois os importados pagam um IUC (imposto único de circulação) mais alto. 

Mais uma dica sobre o preço do IUC é que, os veículos com matrícula a partir de 1º de julho de 2007, passam a pagar o IUC novo, com um preço mais elevado.

Você vai notar que, ao orçar carros usados em estandes, alguns vendedores dizem que você pode optar por comprar a garantia de 1 ano. Mas, atente-se ao valor, pois essa garantia pode chegar a €1.000 e nem sempre você vai tirar proveito disso.

Alguns estandes embutem o preço dessa garantia no valor do veículo, sem opção de descontar esse valor. Lembre-se de perguntar sobre isso na hora de negociar.

Custo de vida em Portugal com saúde pública

Se você se enquadrar no grupo de utentes que precisa pagar taxas moderadoras pelas consultas e exames, saiba que estas taxas são bem acessíveis pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS). 

  • Consulta medicina geral e familiar ou outra consulta médica que não a de especialidade – € 4,50
  • Consulta de especialidade – € 7,00
  • Consulta de enfermagem ou de outros profissionais de saúde (no hospital) – € 4,50
  • Consulta no domicílio – € 9,00
  • Serviço de urgência polivalente – €18,00
  • Serviço de urgência médico-cirúrgica – € 16,00
  • Serviço de urgência básica – € 14,00

Saúde privada

Como é de se imaginar, o sistema de saúde particular em Portugal custa mais caro, mesmo para os portugueses. Uma consulta com um médico especialista, por exemplo, pode sair por € 80,00, e um atendimento de emergência pode chegar a € 100,00. 

Para os exames não é diferente. Em média, um ecocardiograma pode custar entre € 130,00 e € 250,00, e um raio-X pode variar de € 30,00 a € 212,00.

As gestantes que forem ter parto normal pelo particular podem pagar de € 2.160,00 a € 3.583,00. Se for cesariana pode chegar a € 5.075,00. Os preços variam de acordo com o hospital.

Planos de saúde

Existem várias opções de planos de saúde em Portugal, além de cartões de desconto em consultas e exames. Muitas empresas ligam para o seu telemóvel oferecendo ótimas ofertas, com preços bem acessíveis para a família toda, além de descontos em clínicas, farmácias e outros serviços relacionados. 

Em média, um plano de saúde pode ser contratado por € 40,00 com coparticipação, para dois adultos jovens e saudáveis.

Mas, os preços podem variar de € 5,00 a € 100,00. Então, leia muito bem o contrato antes de assinar para saber se vale a pena ter o plano no seu caso, ou se faz mais sentido pagar tudo no particular mesmo. 

Resumo: quanto é o custo de vida em Portugal?

Já vimos, então, uma média de preços para custo de vida em Portugal com base nas cidades de Lisboa e Porto, onde grande parte dos brasileiros escolhe viver no país.

Agora, vamos reunir os valores médios de cada tópico para fazer um resumo de qual o custo de vida em Portugal para um casal sem filhos, com o indispensável e alguns extras.

 

Aluguel – T1 (1 quarto) no centro – 800,00

Energia e gás – 80,00

Água – 30,00

TV, telefone e internet + 2 chips de celular – 60,00

Supermercado – 320,00

Transporte passe mensal – 80,00

Lazer – 200,00

Saúde – seguro para 2 pessoas – 60,00

Total – 1.630,00

Cidades com maior e menor custo de vida em Portugal

Na hora de escolher a cidade ideal para morar, com base no custo de vida, siga a mesma lógica do Brasil: quanto maior e mais importante for a cidade para a economia do país, mais caro será viver nela.

Por isso que Lisboa é considerada a cidade mais cara para viver em Portugal, sobretudo pelo preço do aluguel. Mas, Cascais não fica de fora dessa lista, já que é pertinho de Lisboa e bastante turística.

Vamos fazer uma média dos custos com aluguel, despesas fixas, alimentação, transporte público, saúde e lazer em seis cidades mais populares entre os brasileiros que vêm para Portugal.

Cascais

Aluguel – T1 no centro 1.000,00

Despesas fixas (água, luz, telefone, gás e internet) 160,00

Alimentação 400,00

Transporte 80,00

Saúde 60,00

Lazer 200,00

Total – 1.900,00

Lisboa

Aluguel – T1 no centro 1.200,00

Despesas fixas (água, luz, telefone, gás e internet) 160,00

Alimentação 400,00

Transporte mensal 2 pessoas 80,00

Seguro saúde 2 pessoas 60,00

Lazer 200,00

Total – 2.100,00

Porto

Aluguel – T1 no centro 700,00

Despesas fixas (água, luz, telefone, gás e internet) 160,00

Alimentação 400,00

Transporte mensal 2 pessoas 80,00

Seguro saúde 2 pessoas 60,00

Lazer 200,00

Total – 1.600,00

Faro

Aluguel – T1 no centro 700,00

Despesas fixas (água, luz, telefone, gás e internet) 160,00

Alimentação 400,00

Transporte mensal 2 pessoas 80,00

Seguro saúde 2 pessoas 60,00

Lazer 200,00

Total – 1.600,00

Braga

Aluguel – T1 no centro 600,00

Despesas fixas (água, luz, telefone, gás e internet) 160,00

Alimentação 400,00

Transporte mensal 2 pessoas 60,00

Seguro saúde 2 pessoas 60,00

Lazer 200,00

Total – 1.480,00

Coimbra

Aluguel – T1 no centro 550,00

Despesas fixas (água, luz, telefone, gás e internet) 160,00

Alimentação 400,00

Transporte 60,00

Saúde 60,00

Lazer 200,00

Total – 1.430,00

Considere as variáveis sobre o custo de vida em Portugal

Nas listas acima, consideramos um aluguel médio no centro de cidades. Porém, note que, se escolher viver em uma cidade menor ou mais no interior, como Coimbra, poderá pagar a metade do valor pago em Cascais, e para uma residência maior. 

Também sobre o aluguel, vale lembrar que praticamente todos os senhorios (donos dos imóveis) e até imobiliárias costumam pedir alguns aluguéis de caução para você entrar no imóvel, principalmente sendo estrangeiro. Enquanto uns pedem apenas um aluguel extra, outros podem pedir mais de cinco. Fique atento e venha preparado. 

Outro ponto importante é que o custo de energia e gás pode até dobrar no inverno, principalmente se você escolher aquecer sua casa usando aquecedores elétricos ou radiadores a gás. Entre as cidades esse custo não tem grande diferença. A questão é mesmo a época do ano e os hábitos de cada família.

Quanto ao supermercado, é possível fazer uma compra mensal gastando de € 280 a € 400 em qualquer uma das cidades. Esses valores representam compras semanais de € 70 a € 100, que é o suficiente para comprar tudo o que é básico e mais guloseimas e bebidas, ou alimentos mais caros por serem biológicos ou veganos, por exemplo. Se o casal for econômico e quiser ficar só no básico, pode gastar ainda menos, cerca de € 45 a € 60 por semana.

O custo listado para o transporte mensal é para um casal que não quer usar carro próprio. E mesmo usando o carro, o cálculo de gasto com combustível é muito variável conforme o uso de cada família, como se viu no tópico sobre carros. 

O lazer é um gasto geralmente maior nos meses de verão e conforme os hábitos de cada casal, se gostam de sair para comer fora todo fim de semana e visitar outras cidades, por exemplo. Do contrário, se for um casal que prefere ficar em casa, esse gasto pode cair pela metade.

Quanto à saúde, a média estabelecida é para um plano de saúde simples, que vale a pena pesquisar com várias empresas antes de fechar. Além disso, se o casal for jovem e saudável, podem contar apenas com o serviço da saúde pública, e nem são gastos mensais. Nesse caso, reservar uns € 100,00 por mês para essa finalidade é o suficiente, que se não for gasto, já serve para manter na reserva financeira.

Outro ponto a se levar em consideração é com custos esporádicos, mas que surgem de imprevisto e exigem alguma reserva financeira para não se preocupar.

Por exemplo, consertos na residência, compra de vestuário, farmácia e academia. Pode acrescentar aí uma média de € 150,00 por mês, ainda que você não vá comprar roupas novas todo mês, mas talvez poderá ter um gasto extra com farmácia.  

Agora que você já tem uma média básica do custo de vida em Portugal, basta pegar o valor médio para a cidade da sua escolha e adicionar outros custos conforme seu estilo de vida, como gastos com o veículo, passeios, com seus estudos e dos filhos. 

Por Pri Fortinho

Sou uma brasileira de Santa Catarina, graduada em Publicidade e Propaganda e especializada em redação criativa. Em 2017 me mudei para Portugal com o objetivo de conhecer novas culturas e refinar minha perspectiva sobre o mundo. A mudança de país me apresentou a um estilo de vida mais minimalista e à oportunidade de trabalhar produzindo conteúdo para inspirar as pessoas a buscarem mais qualidade de vida e bem-estar.

Envie sua mensagem! Responderemos assim que possível.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.