Horário de Lisboa: € Cotação: Euro Hoje

Não é novidade para ninguém que a demanda por mão-de-obra qualificada na Europa é cada vez maior. Então, se você quer trabalhar com TI em Portugal, o melhor momento para surfar essa onda é agora!

Segundo um relatório da Comissão Europeia, de 2021, o continente quer atingir a marca de 20 milhões de profissionais de TI, até 2030. Como o continente não possui população jovem o suficiente para cumprir essa meta, terá que contar com a mão-de-obra de outros países, incluindo o Brasil!

A referida meta se comunica muito com os objetivos que o governo português está propondo através do programa Portugal 2030, que falamos aqui

Ou seja, oportunidades e facilidades não faltarão para quem quiser trabalhar com TI em Portugal e vamos te contar aqui algumas dicas sobre o caminho que você poderá percorrer para estar entre os 20 milhões de profissionais que a Europa precisa!

Quais as vantagens de trabalhar com TI em Portugal?

Uma dúvida que sempre aparece é que, dentre tantas opções de países e oportunidades de vagas de emprego em TI, por que escolher Portugal?

Bom, a resposta para esta pergunta é muito pessoal, pois tudo vai depender do seu estilo de vida, ambições, conhecimentos linguísticos e momento de vida, tanto seu, quanto da sua família.

De toda forma, trabalhar com TI em Portugal e construir a sua carreira na área pode ser muito vantajoso pelos seguintes motivos:

Qualidade de vida – Portugal é um dos países mais seguros do mundo, o que já garante muito menos estresse no dia-a-dia. Além disso, há boa qualidade da educação, saúde e alimentação (alimentos com menos agrotóxicos).

Custo de vida – falaremos dos salários de TI em Portugal mais adiante, mas não é novidade que profissionais dessa área ganham bem e, ganhar bem em um local onde o custo de vida é mais barato, se comparado com outros países da Europa, é uma grande vantagem!

Língua portuguesa – ao mudar de país e ter a tranquilidade de ler o seu contrato de trabalho na sua língua nativa, acredite, é uma grande vantagem. Além disso, resolver burocracias, situações cotidianas…tudo se torna mais fácil por conta do português.

Fácil comunicação com o Brasil – por conta dos inúmeros acordos internacionais que Portugal possui com o Brasil, situações como impostos, aposentadoria, transferência da CNH, entre outras situações, podem ser bem mais fáceis de serem resolvidas, do que com outros países que não possuem referidos acordos.

Além das vantagens acima, ao trabalhar com TI em Portugal, com o visto e autorização de residência, você poderá visitar outros países da União Europeia sem qualquer dificuldade.

Assim, se as vantagens que falamos acima te convenceram a trabalhar com TI em Portugal, vamos para mais dicas!

Como é o mercado de TI em Portugal?

Assim como em qualquer lugar com muita demanda, o mercado português para os profissionais de TI é considerado um mercado aquecido. Trabalhar com TI em Portugal nos dias atuais está em alta.

Como saber como é o mercado por quem já está nele?

Uma dica valiosa é buscar grupos de pessoas que já trabalham lá na área de TI para que elas possam passar as suas impressões. 

Tais grupos podem ser encontrados no próprio Facebook, e sites de fórum de debate, como o Quora.

Através de tais grupos, além de networking, você já saberá quais as melhores oportunidades, melhores áreas, melhores empresas, enfim, conhecer mesmo o mercado.

Quais as melhores cidades para se trabalhar com TI em Portugal?

Apesar de ser interessante ter a visão de quem já está no mercado português, é também importante analisar o mercado de forma mais macro.

Hoje, Portugal é um mercado que está no foco das empresas de tecnologia, por alguns motivos:

o país possui boas universidades de tecnologia;

há disponibilidade de mão-de-obra qualificada e mais barata;

há oferta pelo Governo português de benefícios fiscais e empresariais aos novos negócios;

programas como Portugal 2020 e 2030 que incentivam as empresas de tecnologia a se instalarem no país.

Sendo assim, é natural que muitas empresas busquem se instalar por lá para iniciarem suas atividades. Atualmente, Lisboa e Oeiras são os grandes centros para as empresas de tecnologia em Portugal e já recebem o apelido de Silicon Valley da Europa.

De toda forma, Porto também pode ser considerado um bom destino aos profissionais de TI em Portugal.

Em resumo, as empresas de tecnologia acabam procurando por cidades maiores.

Como trabalhar com TI em Portugal? 

Como falamos acima, o mercado português é bastante aquecido para os profissionais de TI e encontrar vagas disponíveis não é difícil. 

Entretanto, apesar do cenário favorável, é interessante pontuar que para conseguir uma vaga de TI em Portugal é necessário atender alguns requisitos, que irão aumentar a sua chance de assinar um contrato. 

Dentre os referidos requisitos, estão: falar inglês, ter um bom currículo e adquirir o visto de trabalho adequado. Veremos a seguir cada um destes pontos.

Como trabalhar com TI em Portugal
Como trabalhar com TI em Portugal.

1. Falar inglês

Apesar de ser uma grande vantagem morar em um país que fale a língua portuguesa, normalmente, as vagas de TI exigem que a pessoa fale inglês fluentemente.

É normal, no ambiente de empresas da Europa você encontrar profissionais de diversas partes do mundo e o inglês acaba sendo uma língua universal de comunicação interna, especialmente, em empresas mais jovens, como startups.

Assim, se você não possui ao menos o nível B1 de inglês (intermediário), dificilmente você será destacado entre os demais candidatos. 

remessa online nacionalidade portuguesa 15%

2. Ter um bom currículo e uma boa carta de apresentação

Sabe aquele currículo que você está acostumado a mandar para empresas dentro do Brasil? Então, ele vai precisar ser adequado.

O formato de um Currículo é muito pessoal e pode variar de acordo com o perfil da vaga que você está buscando. 

Se a empresa for mais conservadora, você pode usar um modelo mais formal, como o padrão europeu (Europass) ou, se a empresa for mais moderna, um formato mais livre poderá se destacar mais.

O importante é que você inclua, ao menos, as seguintes informações no seu CV:

nome completo, 

endereço,

formação acadêmica;

experiência profissional;

conhecimentos linguísticos e respectivos níveis (em formato A1, A2, B1, B2, C2 e C2);

conhecimentos técnicos e específicos da sua área.

Outra diferença para o Brasil é que junto com o CV, para trabalhar em TI em Portugal, é interessante enviar uma Carta de Apresentação, que deverá estar direcionada para o RH ou para a pessoa que publicou a vaga. 

Em referido documento, você deverá falar um pouco sobre você, explicar o motivo pelo qual você é a pessoa certa para aquela vaga, focando em experiências que você já viveu que se assemelham com o que a vaga está exigindo e, se for o caso da sua função, você também poderá compartilhar o seu portfólio e/ou projetos que já participou. 

Por fim ainda, uma dica importante é sobre a língua que você deverá preparar todo esse material. 

Se a vaga foi publicada em inglês, é preferível enviar tudo em inglês, pois possivelmente é a língua oficial da empresa, porém, nada impede de você também enviar uma versão em português, para ser ainda mais completo.

Com um CV e uma carta de apresentação, assim que você passar pela entrevista e conseguir uma oportunidade de emprego, a próxima etapa será conseguir um visto, sobre o qual falaremos a seguir.

3. Conseguir um visto de trabalho adequado

Quando você conseguir aquela vaga TI em Portugal, para conseguir assumir o seu posto de trabalho, você terá que pedir um visto de trabalho, salvo se você tiver um passaporte da União Europeia.

Para profissionais de TI, há 3 modalidades de vistos que podem ser utilizados:

Visto D1 – para quem tem Contrato ou Promessa de Trabalho

Para pedir tal visto, você precisará ter um contrato de trabalho com uma empresa sediada em Portugal ou, pelo menos, uma promessa de contrato de trabalho, cuja duração seja superior a 12 meses.

Além disso, é necessário também possuir uma declaração do “Ministério do Trabalho” português, que é o Instituto do Emprego e Formação de Portugal.

Se quiser saber mais sobre os requisitos e detalhes de referido visto, você poderá encontrar mais informações, aqui.

Visto D3 – para Profissionais Altamente Qualificados

Geralmente, grande parte dos profissionais de TI se enquadram na categoria de altamente qualificados, ou seja, como sendo aqueles profissionais, cujas atividades exercidas exigem competências técnicas especializadas, de carácter excepcional ou uma qualificação adequada para o respectivo exercício. 

De toda forma, mesmo sendo o caminho mais comum, antes submeter o pedido dessa modalidade de visto é necessário avaliar caso a caso, para ver se esse será mesmo o seu caso.

Se quiser saber mais informações sobre ele, fizemos um artigo sobre ele, aqui.

Programa Tech Visa 

Para essa modalidade de visto, o processo é um pouco diferente, pois quem deve iniciar o processo é a empresa interessada na contratação.

Assim,  depois que a empresa se cadastrar e demonstrar interesse na contratação de um profissional de TI em Portugal, ao realizar a proposta ou contratação de referida pessoa, será a partir daí que o visto poderá ser solicitado e, chegando em Portugal, a autorização de residência será vinculada ao Programa Tech Visa.

E se você se interessou e quiser saber sobre as empresas que participam do programa, a lista poderá ser consultada aqui.

Além disso, para saber um pouco mais sobre esse programa, falamos sobre ele aqui.

E, como novidade, foi aprovado em Agosto de 2022, o novo Visto para procura de trabalho em Portugal, confira aqui.

Quais os profissionais de TI mais buscados?

A área de TI é bastante extensa e há inúmeras opções de caminhos a serem seguidos, porém, há sempre determinadas áreas que acabam se destacando mais do que outras.

Além disso, o profissional de TI que tiver interesse em trabalhar em Portugal em uma dessas áreas, também deverá se destacar pelas suas qualificações. 

Para a maioria das áreas mais valorizadas, é exigido dos profissionais experiência reconhecida no mercado, bem como inglês B1 (no mínimo). Ou seja, tai profissionais são mais raros de serem encontrados, motivo pelo qual se tornam mais valorizados.

Dentre as áreas que podem ser consideradas mais valorizadas e que ofertam boas vagas de emprego, destacam-se as seguintes:

Programação (principalmente em Mobile, Java, .Net, bem como alguns em Python ou Ruby e PHP);

Segurança da informação;

Administrador de banco de dados;

Arquitetura de cloud;

Análise de sistemas;

Especialista em e-commerce;

Administração de rede;

Engenharia de DevOps;

Gestor de Projetos;

Chief Technology Officer.

Portanto, como pode se ver da lista acima, as oportunidades são inúmeras e encontrar um emprego em uma delas não é difícil. 

Onde procurar emprego na área de TI em Portugal? 

Há inúmeros sites onde você poderá buscar uma posição no mercado português. Entretanto, antes de começar a procurar, é importante conferir se seu perfil do LinkedIn está em dia, pois tal rede social é a favorita dos headhunters para buscar seus candidatos e a que comunica com a maioria dos sites de busca de emprego.

Então, se você não sabe o que deve ter no seu perfil do LinkedIn para que ele se destaque, vamos passar algumas dicas:

boa foto de perfil, que vai te destacar nas buscas;

descrição do seu perfil pessoal;

detalhamento da sua experiência profissional, principalmente sobre as suas especialidades;

experiência acadêmica;

se possivel, comentários de pessoas que já trabalharam com você;

manter o perfil principal em inglês.

Quando seu perfil estiver pronto, e você já estiver com o seu Currículo e modelo de Carta de Apresentação em mãos, é hora de começar a busca e as candidaturas.

Os principais sites onde você poderá encontrar as melhores oportunidades são:

o próprio LinkedIn;

Indeed;

ITJobs;

CareerJet;

Sapo Emprego.

É importante diversificar a busca, para garantir melhores chances de conseguir uma entrevista.

Qual o salário de um profissional de TI em Portugal?

Uma das perguntas que geralmente é feita na entrevista é a sua pretensão salarial. No LinkedIn, por exemplo, você consegue verificar a média de salário na sua área. 

De toda forma, separamos um levantamento de valores, realizado pelo site português Idealista, em Agosto.2022, que identifica os melhores salários de Portugal, porém destacamos aqueles na área de TI:

FunçãoSalário Anual
Chief Information Officer (CIO)110,000-140,000 euros
Cyber security Specialist45,000 – 60,000 euros
Big Data Specialist35,000 – 50,000 euros
Software Engineer+ 45,000 euros
Machine Learning Specialist+40,000 euros
Salário para trabalhar com TI em Portugal

As funções relacionadas acima são as que se destacaram, mas se você não encontrou a sua especialidade na lista acima, você poderá encontrar a informação salarial para a sua função, no site MeuSalário.pt e também no LinkedIn, como falamos antes.

É muito importante saber a média de salário que um profissional na sua área recebe, para você ter uma margem para negociar o seu salário em uma entrevista.

Principais Empresas de TI em Portugal

Atualmente é um pouco difícil encontrar uma empresa que não dependa da tecnologia em algum momento da sua produção, mesmo que não tenha em seu objeto social algo específico em TI. 

Assim, as vagas de emprego serão variadas e tudo vai depender do seu ramo de atuação e o quanto a cultura da empresa se comunica com você.

De qualquer forma, para quem busca um ambiente mais desafiador e inovador, as startups são o mundo ideal e dependem muito de profissionais de TI para terem o sucesso esperado.

O cenário de startups em Portugal é bastante favorável e, segundo o ranking levantado pelo site Startup Ranking, atualmente, as dez empresas que estão no topo da lista são as seguintes:

1Felizes.pt 
2Unbabel
3ComparaJá.pt
4Landing.Jobs
5Fixando
6360imprimir
7EchoBoomer.pt
8SeaBookings.com
9Buyproperty.com
10Vertty
Empresas de TI em Portugal

Separamos apenas as 10 primeiras, mas a lista é bem extensa e vale a pena percorrê-la para ver se você encontra a empresa que melhor combina com o que você pode oferecer como profissional de TI.

Para além das startups, também há outras empresas em Portugal, já bastante consolidadas, que também dependem de tecnologia e sempre disponibilizam vagas em TI. 

Assim, segundo o levantamento do site Glassdoor, realizado em Agosto.2022, podemos destacar as seguintes, todas localizadas em Lisboa, mas que também possuem opções de vagas em outras cidades, como no Porto:

Capgemini
MSFT, Software para Microcomputadores, Lda. (subsidiária da Microsoft)
Cognizant
SAP
CISCO Systems
IBM
FUJITSU
Amazon
Google
HCL Technologies
Empresas de tecnologia em Portugal

Diferentemente da lista das startups de antes, a lista acima não é um ranking. Ou seja, conseguir uma vaga em qualquer uma dessas empresas, pode ser uma grande oportunidade!

Entretanto, assim como falamos acima, a lista disponibilizada pela Glassdoor é bem extensa, e vale a pena percorrê-la, para você achar a melhor vaga para você chamar de sua.

Empresas de TI que contratam brasileiros

Atualmente é muito difícil uma empresa de TI não ser globalizada e não ter em seus valores uma política inclusiva, que preze pela contratação de mão-de-obra estrangeira, até porque, não há espaço para segregação, já que a demanda é grande e os profissionais qualificados são poucos.

O que vai contar não é a sua nacionalidade, mas a sua formação, o seu CV, experiência profissional e a sua performance em uma entrevista de emprego. 

Se você sabe o que está fazendo e consegue vender isso bem, com certeza você receberá uma oportunidade de emprego, não importa a companhia e, muito menos, a sua nacionalidade.

Entretanto, se você quiser ter certeza que a empresa oferecerá um bom ambiente para estrangeiros, há algumas ações que você poderá fazer:

pesquise sobre a empresa, leia o seu site, valores (principalmente se eles falam sobre políticas inclusivas);

Entre em sites como Glassdoor e LinkedIn, para ver os depoimentos de funcionários estrangeiros que trabalham em referidas empresas e, se conseguir o contato com algum deles, envie uma mensagem e pergunte como é o ambiente por lá.

Se você já é um profissional de TI, saiba que o que as empresas querem é mão-de-obra qualificada e se sua brasilidade irá interferir nisso, não importa. 

Ao contrário, ter a nacionalidade brasileira pode ser uma vantagem para uma empresa portuguesa, principalmente pela facilidade que há entre Brasil e Portugal, sem contar que a adaptação cultural, com certeza, será mais rápida.

Escrevemos essa parte do artigo, somente para você não se apegar com isso e se candidatar para a empresa que você achar que mais combina com você, pois no final, o que vale mesmo é a sua competência.

Onde estudar TI em Portugal?

Se você se interessou por tudo o que falamos até aqui, mas ainda está pensando em estudar alguma coisa na área de tecnologia, para também trabalhar com TI em Portugal, que tal começar os seus estudos por lá?

Para quem quer fazer faculdade, mestrado ou doutorado

Se você está buscando uma formação mais profunda na sua área de atuação e busca cursos mais completos, o ideal é estudar em uma das universidades portuguesas que oferecem bons cursos.

A variedade é grande, mas separamos algumas opções para você avaliar:

Instituto Politécnico de Lisboa

Instituto Superior Técnico (Técnico Lisboa)

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE);

NOVA School of Science and Technology

Universidade do Minho

Universidade de Aveiro

Universidade do Porto – Faculdade de Engenharia

ISEP – Instituto Superior de Engenharia do Porto

Dentro das opções que falamos acima, a maioria delas irá oferecer cursos nas seguintes áreas:

Engenharia Eletrônica e Telecomunicações e de Computadores

Engenharia Eletrotécnica

Engenharia Informática e de Computadores

Engenharia Informática e Multimédia

Engenharia Informática, Redes e Telecomunicações

Matemática Aplicada à Tecnologia e à Empresa

Tecnologias de Gestão Municipal

Para quem quer aprender a programar

Se sua ideia é simplesmente aprender a programar, as opções de instituições de ensino também são muitas e vamos listar algumas opções a seguir.

Codemaster

Wild Code School

Academia de Código

Le Wagon

ITUp

Para a maioria das opções que falamos acima, há a oferta de Bootcamps, que prometem formação completa e em pouco tempo, mas custam mais caro e exigem dedicação total durante o período do curso. 

De toda forma, se sua ideia é começar a atuar na área de forma mais rápida, talvez contratar um programa de bootcamp possa ser uma boa opção para você.

Vale observar que a maioria dos programas promete que você saia como:

web developer

data analyst 

programador(a) Full-Stack

especialista em hacking e segurança na Internet

Após a formação, a taxa de empregabilidade divulgada por tais instituições de ensino, é superior a 90%. 

Ou seja, se sua ideia é começar a trabalhar com TI em Portugal, começar a sua carreira através de um curso desses, poderá ser a sua chance de entrar no mercado português!

Por Fernanda Terron

Advogada, escritora e empreendedora na Europa. Sou aquela que deixou a rotina das 09h às 18h em grandes empresas para viver a experiência do desconhecido, primeiro, desbravando Portugal e, hoje, a Alemanha. Nesta vida que levo, descobri que viver pode ser bem descomplicado, dependendo da forma como você enxerga o mundo e das pessoas que você encontra no caminho.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.