Horário de Lisboa: 18h11 € Cotação: Euro Hoje

Portugal é o terceiro país mais seguro do mundo, e é o segundo mais pacífico na Europa.

Um dos principais motivos para a escolha de se viver em um país, é sem dúvida a segurança.

E este quesito tem sido o ponto forte de Portugal para que muitas famílias brasileiras escolham se mudar para o país europeu, que em 2019, e novamente em 2020 alcançou o 3º lugar na lista de países mais pacíficos do mundo, segundo o Índice Global da Paz.

Neste artigo, vou mostrar como Portugal tem se destacado nos últimos anos no quesito segurança.

 


Melhora da segurança de Portugal

Em apenas 6 anos, Portugal subiu 15 posições no índice que também revelou um leve crescimento de 0,09% na paz mundial pela primeira vez nos últimos 5 anos. Essa melhora é resultado de uma redução de diversos conflitos internos ao redor do mundo.

A Europa é a região mais pacífica, com 17 países entre os primeiros 25 do ranking. Vinte e dois dos 36 países do bloco tiveram melhora nos indicadores nos aspectos que incluem segurança pública, conflitos externos e internos e combate ao terrorismo.

 

Segurança é prioridade

Portugal é o terceiro país mais seguro do mundo e ano a ano tem evoluído no Índice Global da Paz.

Isto é um reflexo de um forte investimento na segurança pública e uma grande coordenação de meios entre as várias forças. Nomeadamente GNR (Guarda Nacional Republicana), PSP (Polícia de Segurança Pública), SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) e Polícia Judiciária.

A GNR que conta com 23 mil homens e mulheres recebeu neste ano mais 224 novas viaturas destinadas às componentes Territorial, Policiamento Comunitário, Trânsito, Intervenção e Investigação Criminal. Na cerimônia de entrega, o Ministro de Administração Interna Eduardo Cabrita, afirmou a importância dos investimentos para o turismo, captar investimentos e atrair estudantes e cientistas.

 

Leia também: Quais os reais motivos para morar em Portugal

 

Percepção da população

Os portugueses cada vez mais, tem a percepção de viverem em um país pacífico.

O país, que tem recebido todos os dias centenas de imigrantes, destaca-se pela aceitação de povos de outras culturas e não sofre com terrorismo, o que eleva Portugal no ranking de países mais seguros do mundo.

 

cascais Portugal - Nacionalidade portuguesa

Vila de Cascais, região de Lisboa.

 

No que diz respeito a percepção dos brasileiros que vivem em Portugal, a segurança no dia-a-dia dá uma sensação de liberdade que muitos já não tinham quando moravam no Brasil.

“- Nos surpreendemos com a tranquilidade e segurança que temos aqui, o que deveria ser normal em qualquer lugar, mas estamos mal acostumados com uma realidade diferente no Rio. E para nós, isso aqui é o paraíso.” Relata Teresinha de Jesus, carioca, aposentada, vive em Cascais há 2 anos.

Cidades como Rio de Janeiro, que sofre diariamente com cenas de violência e conflitos internos, levaram o Brasil a cair várias colocações no GPI em 2020.

É comum encontrar brasileiros que se mudaram para Portugal por quererem que seus filhos cresçam com mais liberdade e segurança.

 

Leia também: Portugal – o melhor país para aposentados morarem

 

Minha percepção em Portugal

Quando cheguei em Portugal, foi logo visível que o país luso proporcionava segurança àqueles que vivem ou passeiam por aqui. Policiamento nas ruas, câmeras em locais públicos, e um sistema judiciário eficaz, lhe garantem andar nas ruas sem sentir medo.

Muitas são as vezes em que volto para casa tarde e reflito sobre o impacto que isso tem em nossa vida. Ter liberdade de ir e vir, ser respeitada por suas diferenças culturais e sentir-se segura.

Entender que isso não é nada além do que um direito do cidadão.

 

As 10 cidades mais seguras de Portugal

A PORDATA trouxe em abril deste ano a lista das cidades mais seguras de Portugal.

Os dados foram medidos pelo número de crimes, tais como assaltos e furtos, que aconteceram nas cidades portuguesas, considerando o estudo à cada 1.000 habitantes.

10º Lugar – Alter do Chão (Alentejo)

9º Lugar – Oeiras (Grande Lisboa)

8º Lugar – Velas (Açores)

7º Lugar – Fundão (Castelo Branco)

6º Lugar – Caldas da Rainha (Leiria)

5º Lugar – Vila Franca de Xira (Grande Lisboa)

4º Lugar – Góis (Coimbra)

3º Lugar – Alvito (Alentejo)

2º Lugar – Seixal (Setúbal)

1º Lugar – Torres Novas (Santarém)

 

O órgão que avalia e o que é avaliado

São 23 os indicadores qualitativos e quantitativos de paz que classificam 163 países ao redor do mundo.

A pontuação de cada país (GPI) é calculada usando três domínios temáticos: Nível de segurança social, extensão do conflito interno e internacional e o grau de militarização de cada nação.

Em sua décima terceira edição, o Índice de Paz Global, produzido pelo Instituto de Economia e Paz, trouxe também uma análise econômica, tendências e formas de desenvolver sociedades pacíficas, e um alerta para as mudanças climáticas, que num futuro podem interferir no cenário de paz mundial.

O Instituto de Economia e Paz, tem sua base em Sidney na Austrália e escritórios em mais 5 cidades do mundo. O IEP é independente, não possuí fins políticos nem lucrativos.

Se dedica a mudar o foco da paz como algo positivo, alcançável, e uma maneira tangível de medir o bem-estar e progresso da humanidade.
Para saber mais sobre a pesquisa e o ranking geral, acesse www.visionofhumanity.org

 

Caso decida morar no país, tenha a certeza de que como Portugal é o terceiro país mais seguro do mundo, nele encontrará tranquilidade e qualidade de vida.

Se ainda esta com dúvidas sobre Portugal, como conseguir o seu visto ou obter a Nacionalidade Portuguesa entre em contato conosco.

 

Por Bárbara Fernanda Jacobowsky

Formada em Comunicação Social pela FGV, e em English Business pelo Hennepin Technical College. Inquieta, e entusiasta de novas experiências, fez intercâmbio nos EUA e atualmente reside em Portugal.

Envie sua mensagem! Responderemos assim que possível.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.