Horário de Lisboa: 13h43 € Cotação: Euro Hoje

Assim como em muitas partes do mundo, as tradições da Páscoa em Portugal são marcadas por procissões, encenações teatrais, mesa farta e muita fé. Mas, os costumes que identificam o renascimento de Jesus Cristo também trazem curiosidades e hábitos únicos em terras lusitanas, já que o país é um dos mais religiosos da Europa. Saiba mais, agora, sobre como é a Páscoa em Portugal.

Costumes da Páscoa em Portugal

Em todas as regiões do país ocorrem diversos eventos religiosos ao longo da semana santa, que começa no Domingo de Ramos e termina no Domingo de Páscoa. Em algumas cidades, certos rituais são destaque, mas esses mesmos rituais podem ocorrer em várias localidades ao mesmo tempo.

Compasso Pascal

Um dos rituais mais valorizados da Páscoa em Portugal é o Compasso Pascal, realizado há mais de 500 anos. As ruas são tomadas por pequenos grupos religiosos que saem das igrejas com uma cruz e vão passando pelas casas para abençoá-las.

Os fiéis que desejam receber a bênção, deixam a porta da casa aberta, com pétalas de flores na entrada e, se quiserem, com ofertas de petiscos. O padre fica tocando um sino pelo caminho para avisar sobre a aproximação da procissão. Conforme ele vai passando, vai parando nas portas das casas com a cruz para que ela seja beijada pelos moradores, e faz a bênção da casa com água benta.  

Procissão da Burrinha em Braga

Em Braga, na região Norte, a imagem de Nossa Senhora é transportada por uma burrinha, na Procissão da Burrinha. A cidade fica toda enfeitada com flores, luzes, incensos, motivos alusivos à quadra e faixas roxas.

páscoa em portugal

Na sexta-feira Santa é feita a Procissão do Enterro do Senhor, cujos protagonistas são irmandades, cavaleiros das Ordens Soberana de Malta e do Santo Sepulcro de Jerusalém, Capitulares da Sé, corporações diversas e autoridades. Todos ficam de cabeça coberta em sinal de luto. Essa é a procissão mais solene, pois carrega o esquife (pequeno barco) do Senhor morto.

Procissão das Flores no Algarve

Em São Brás de Alportel, no Algarve, o domingo de Páscoa em Portugal é marcado pela Procissão de Aleluia, em honra à ressurreição de Cristo. Os homens (e meninos) fazem duas filas paralelas nas laterais do tapete decorado ao centro da rua, e carregam tochas de flores coloridas nas mãos. 

Páscoa Portugal

Bênção dos borregos (ovelhas) no Alentejo

Em Castelo de Vide, no Alentejo, além das procissões da Páscoa em Portugal, a população acompanha a Benção dos Borregos, que ocorre no Sábado de Aleluia. Essa bênção era realizada antigamente para proteger a fartura dos criadores de gado, e hoje ainda simboliza o espírito de convivência entre os diferentes povos e culturas.

Antes desse evento no sábado de aleluia, acontecem a Bênção dos Ramos e a Procissão dos Passos do Senhor, no domingo de ramos. Já na quinta-feira santa é feita a Missada Ceia do Senhor. Na sexta-feira santa celebra-se a missa da Paixão do Senhor, e ao fim da tarde é feita a Procissão do Enterro do Senhor, como em Braga.

Depois, outro rito tradicional é a Chocalhada, que ocorre à noite, quando as pessoas de reúnem no Lageado com chocalhos para emitir um ruído característico que serve de oração durante o Cortejo de Aleluia.

Jantar do Mordomo da Cruz no Minho

Em algumas freguesias (municípios) da região do Minho, como em Viana do Castelo e Ponte de Lima, além dos eventos tradicionais mencionados acima, é comum fazer o Jantar do Mordomo da Cruz. Trata-se de um banquete para todo o povo daquela freguesia ou de um bairro, onde se elege um mordomo que vai transportar a cruz e pagar o almoço de todos.  

Enterro do Bacalhau em Beiras

O Enterro do Bacalhau é um cortejo fúnebre cheio de significado na Páscoa em Portugal e de muito valor cultural. A primeira vez que aconteceu foi em 1938, mas as autoridades religiosas não eram a favor, pois significava um protesto.

Essa tradição remonta o século 16, quando a igreja proibia totalmente o consumo de carne durante a Quaresma, exceto para os mais abastados. Sendo assim, os pobres só tinham a opção de comer peixe, e o bacalhau era o mais acessível de todos.

Então foi criada essa festividade pagã – que tem um tom de comédia, como uma revolta dos mais pobres pela sua impotência perante a autoridade da igreja. O cortejo conta com três sermões: Vida e Morte do Bacalhau, Testamento do Bacalhau e as Exéquias do Bacalhau, que ocorrem ao som da macha fúnebre de Chopin.

Tradições Portuguesas

Os presentes nas tradições de Páscoa em Portugal

Entre as tradições de Páscoa em Portugal está o hábito de padrinhos e madrinhas presentearem os afilhados e afilhadas. Geralmente o mimo é um folar, simbolizando a fartura depois do período de jejum na Quaresma, para quem segue a tradição católica. Mas, também é uma forma de compartilhar e manter viva a tradição.

Há ainda os padrinhos que preferem oferecer um pão-de-ló, amêndoas, ovos de Páscoa, doces variados, uma quantia em dinheiro, roupas e brinquedos, como é mais comum atualmente. Os afilhados, por sua vez, entregam um ramo de oliveira ao padrinho ou de violetas à madrinha no Domingo de Ramos.

Comida típica da Páscoa em Portugal

Assim como no Brasil tem a colomba pascal, em Portugal tem o folar de Páscoa. A diferença é que essa massa pode ser doce ou salgada. Esse é um dos pratos mais tradicionais que representa a comida típica da Páscoa em Portugal.

Em algumas localidades, como em Vila do Conde e na Maia, o folar é apenas doce, com frutas cristalizadas, frutos secos e calda de açúcar, e por isso, chamado de pão doce. Já em Trás-os-Montes, o folar é recheado com carne de vitela, porco, coelho, frango, presunto e salpicão (tipo de salame).

pascoa em portugal
Folar

Existem também os folares que mesclam sabor doce e salgado, como é feito na região de Beiras, em que o folar é temperado com canela e erva-doce, mas enfeitado com ovos cozidos assados junto com a massa (com casca e tudo).

Entre os pratos salgados das refeições principais, as receitas de Páscoa em Portugal incluem a carne de borrego (ovelha), cabrito e também o bacalhau, embora seja muito menos popular do que para algumas famílias brasileiras nessa época do ano.

Além desses três tipos de carne, que são preparadas das mais variadas formas, veja o que se consome com mais tradição em diferentes regiões.

Comida típica no Minho

Assim como em praticamente todo o Norte, no Minho é comum finalizar o jejum da Quaresma com carne. Então, além do cabrito, se consome bolas de carne e folar de carne, ambos feitos com uma massa recheada com diferentes carnes. 

Comida de Páscoa no Douro

Um dos pratos principais mais apreciados nessa região é o lombo de boi, chamado de lombo da Páscoa, nessa época do ano. Além dessa carne, aprecia-se muito o cabrito assado.

Comida típica em Trás-os-Montes

Apesar de ser bastante comum o consumo de cordeiro, borrego e cabrito, existe uma enorme diversidade de folares de carne com diferentes formatos, recheios e receitas de massas. Cada um leva o nome da sua cidade de origem, como Folar de Freixo de Espada à Cinta, Folar de Chaves, Folar de Mirandela, Folar de Vinhais, Folar de Trás-os-Montes e Folar de Bragança.

Comida de Páscoa nas Beiras

Nessa região, os dois pratos de carne mais consumidos no Domingo de Páscoa são o leitão assado e o bacalhau, que ocorre após o cortejo do Enterro do Bacalhau.

pascoa portugal
Borrego

Doces típicos da Páscoa em Portugal

Além do folar, as amêndoas tostadas, com ou sem coberturas, fazem igual sucesso. Nos supermercados é possível encontrar todo tipo de amêndoas, das mais simples às coloridas com casquinha de açúcar.

pascoa em portugal
Amêndoas

As famílias mais tradicionais preferem preparar suas amêndoas em casa, seja tostando-as no forno, passando no caramelo ou banhando-as no chocolate.

Outros doces típicos da Páscoa em Portugal são doces também consumidos em outras épocas festivas do ano, como:

  • Empanadilhas (doce em forma de meia lua recheado com nozes ou amêndoas);
  • Queijadinhas (bolinho doce de queijo);
  • Pudim (sem leite condensado);
  • Bolas recheadas (tipo sonhos);
  • Bolachas amanteigadas e broas;
  • Doce mil folhas com creme de pasteleiro;
  • Pão-de-ló de ovar (com massa mole);
  • Borrachos alentejanos (bolinhos fritos simples);
  • Brioches (pãezinhos doces amanteigados);
  • Cavacas (bolacha assadas feitas de ovos, açúcar, trigo, óleo e baunilha);
  • Bolo podre (massa de bolo simples com mel, que ganha uma cor mais escura).

Gastronomia portuguesa: conheça os pratos típicos de Portugal

Ovo de Páscoa em Portugal é comum?

Apesar de não ser o centro das atenções, os portugueses consomem sim o ovo de Páscoa. Mas, não há a mesma variedade e valor agregado aos ovos de chocolate como é no Brasil. Muitas vezes, inclusive, são ovos de galinha cozidos com algum corante para ficarem coloridos, que as famílias fazem para quebrarem e comerem no almoço de domingo de Páscoa.

Por Pri Fortinho

Sou uma brasileira de Santa Catarina, graduada em Publicidade e Propaganda e especializada em redação criativa. Em 2017 me mudei para Portugal com o objetivo de conhecer novas culturas e refinar minha perspectiva sobre o mundo. A mudança de país me apresentou a um estilo de vida mais minimalista e à oportunidade de trabalhar produzindo conteúdo para inspirar as pessoas a buscarem mais qualidade de vida e bem-estar.

Envie sua mensagem! Responderemos assim que possível.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.