Horário de Lisboa: € Cotação: Euro Hoje

Se você pretende morar em Portugal, já deve ter se perguntado como funciona o sistema público de saúde do país. Mas há também a possibilidade de adquirir um plano de saúde em Portugal e poder contar com algumas vantagens.

Nesse texto, vamos lhe ajudar a entender se vale a pena fazer tal contratação.

Saiba que a saúde pública em Portugal é muito boa e bem eficiente.

Nesse contexto, para muitas pessoas não é essencial ter um plano de saúde privado em Portugal, mas se você se sentir mais tranquilo e confortável, é possível escolher planos particulares conhecidos como seguro saúde.

Isso é algo muito pessoal, visto que cada pessoa deverá avaliar a sua necessidade e condição financeira. Existem, ainda, os planos de saúde em Portugal que abrangem descontos segundo cada serviço utilizado. No conteúdo apresentado, você poderá verificar as diferenças.

Vale lembrar que apesar do sistema de saúde pública ser considerado bom, existem problemas como filas e demora em alguns atendimentos, afinal, nada é perfeito.

Caso você tenha algum problema de saúde que exija um acompanhamento mensal, talvez seja melhor contratar um plano de saúde privado em Portugal. Além disso, para os recém-chegados que não possuem médico de família, contratar um plano de saúde privado pode ser uma boa opção para conseguir consultas e exames com mais rapidez.

Leia o artigo por completo e veja curiosidades relacionadas aos melhores planos de saúde em Portugal, os planos de saúde em Portugal e seus custos, período de carência, documentos exigidos por cada seguradora, entre outras informações.

Como funciona o seguro de saúde privado em Portugal?

Em Portugal o sistema de saúde privado é coparticipativo e há médicos particulares disponíveis por todo o país.

Quem vai morar em Portugal vai perceber que o seguro saúde é um pouco diferente do que estamos acostumados no Brasil.

Em Portugal, você deverá pagar um valor mensal que cobrirá uma parte de tudo o que for gasto na parte médica (consultas, exames, internações, cirurgias e até dentista).

Mas o custo de um plano de saúde em Portugal pode variar bastante. Serão levados em conta alguns aspectos como idade do segurado, tipo de cobertura, carência, número de dependentes (agregado familiar), entre outros. Mas a média é de € 30 por mês por pessoa (podendo obter descontos para mais de 2 pessoas). Com o seguro saúde, você terá direito a utilizar hospitais particulares, fazer consultas de especialidade e fazer exames em laboratórios, entre outros atendimentos.

Assim, ter um plano de saúde privado em Portugal poderá ajudar você a conseguir consultas com médicos especialistas, sem precisar esperar muitos meses, como acontece no sistema público e nem pagar tão caro como se fosse a um hospital particular.

Para você entender melhor: uma consulta médica particular custa em torno de € 80 euros. Por outro lado, com um seguro de saúde razoável, você pagará apenas € 30,00 a consulta, um bom desconto.

E como funciona o plano de saúde em Portugal?

A partir do momento em que você adere a um plano de saúde privado em Portugal, que também pode significar um plano de saúde para idosos em Portugal ou, ainda, um plano de saúde para grávida em Portugal, a comodidade de contar com diferentes serviços e a segurança em poder ter acesso a consultas especializadas, se torna o grande diferencial.

Algumas companhias oferecem, por exemplo, uma rede de mais de 30.000 parceiros à disposição de seus conveniados, distribuídos por todo o país. Entre eles, estão clínicas, consultórios, laboratórios e hospitais.

É dessa forma que os beneficiários contarão com consultas de clínica geral, videoconsultas, consultas com especialistas e atendimentos no dentista de forma gratuita ou a preços reduzidos, de acordo com o prestador de serviços.

Entram nesta lista de vantagens também os exames médicos, as cirurgias, os partos, os tratamentos e internamentos, que abrangem descontos de 30, 40, 50% ou mais. Outras facilidades são os preços reduzidos em médico ao domicílio, atividades de fisioterapia, enfermagem e entrega de medicamentos em casa.

Por isso, é possível compreender que vale a pena ter um plano de saúde em Portugal.

Diferença do plano de saúde em Portugal para seguro saúde

Os seguros saúde e os planos de saúde privados em Portugal diferem em algumas características e é essencial ter em mente quais são as peculiaridades de cada um, antes de fazer contratação.

Ultimamente, os planos de saúde são os que têm se tornado mais comuns entre os portugueses e imigrantes que escolhem esse país para viver. Portanto, um plano de saúde é de mais fácil acesso, não se limita à contratação conforme a idade, e são diversos os abatimentos concedidos em cuidados de saúde, em estabelecimentos, instituições e entidades de saúde. Atua quase como um cartão, em que a pessoa pode usufruir de descontos, por exemplo.

Em contrapartida, o seguro saúde possui exigências nas condições de seus conveniados, levando em conta a idade do beneficiário e o seu histórico clínico. Os preços também variam e podem ser mais elevados, quando comparados a planos de saúde.

No caso do seguro, as coberturas são específicas (envolvem ambulatório e hospitalização). Há, também, direito a uma rede de atendimentos que vai além da franquia estipulada ou de um limite estabelecido pelo capital seguro, o que faz com o que o restante a ser pago seja coparticipado pela seguradora.

Quem pode solicitar um plano de saúde em Portugal?

Qualquer pessoa que more em Portugal pode solicitar um seguro de saúde privado em Portugal. Você pode pesquisar as opções de seguradoras, ligar e pedir orçamentos para você e sua família. Normalmente, os preços são mais atrativos quando são feitos para todos do agregado familiar (família que mora na casa, por exemplo: mãe, pai e filho).

plano saude portugal

Quais as opções de plano de saúde em Portugal?

Existem várias opções de plano de saúde em Portugal e também cartões de desconto de saúde, que oferecem preços mais acessíveis do que uma consulta ou exame particular.

Veja a lista de algumas seguradoras e observe quais são as opções em plano de saúde em Portugal para brasileiros:

Medicare

Multicare

Médis

Well´s

Saúde Prime

Agilcare

Plano de Saúde EDP

Por isso, você pode pesquisar a lista das clínicas e hospitais que aceitam o seguro de saúde ou o plano de saúde em Portugal de sua preferência e fazer o agendamento diretamente com o prestador de serviço. Ao apresentar o cartão, você ganha o desconto do atendimento na hora. Uma grande vantagem, sem precisar mandar relatório ou faturas pelo Correio.

Antes de escolher um plano de saúde, faça um comparativo, pesquise as opções de serviços prestados. Muitas seguradoras também oferecem a opção de médico ao domicílio e facilita muito a vida das mães e pais com filhos pequenos em casa. 

Preço do plano de saúde em Portugal

Os planos de saúde em Portugal têm preços que podem variar de € 5,00 a € 100,00 por pessoa, dependendo da idade e dos serviços que são abrangidos.

Portanto, às vezes a mesma seguradora pode ter preços diferentes de acordo com a cobertura escolhida. Por essa razão, se você está à procura de um plano de saúde em Portugal e quer saber os valores, vale ficar de olho nos sites das empresas e entrar em contato, se achar que tem muitas dúvidas a serem esclarecidas.

Período de carência

No plano de saúde privado em Portugal também existe o período de carência e ele varia de acordo com o serviço. Por exemplo, para consultas normalmente o período é de 30 a 90 dias. Já para cirurgias e partos o período de carência pode ser de até um ano.

Documentos exigidos no plano de saúde em Portugal

Os planos de saúde em Portugal solicitam seu nome completo, endereço fixo, telefone, e-mail e um documento de identificação (que pode ser o Título de Residência, Bilhete de Identidade ou Passaporte) para fazer o cadastro. Porém, é importante que você leia todas as condições, veja o número de médicos e clínicas parceiras na sua cidade e que negocie o preço. Muitas vezes há descontos e promoções para escolher um plano de saúde em Portugal.

Cuidados ao contratar um plano de saúde privado em Portugal

A pandemia do novo coronavírus veio para que as pessoas despertem ainda mais para a necessidade de contratação de um plano de saúde em Portugal. No entanto, com as várias alternativas encontradas no país, acaba por ser um pouco difícil tomar a decisão certa sobre a empresa a ser contratada.

Antes de tudo, é ideal tirar todas as suas dúvidas quando estipular o primeiro contato com a empresa de plano de saúde. Neste sentido, cabe perguntar sobre franquias, a respeito de copagamentos mais elevados do que pensava ou sobre o pacote de cobertura total.

Uma informação válida é: se quiser selecionar a opção que melhor se enquadra nas suas necessidades, vai ter de perder um tempo fazendo pesquisas na internet e por telefone. Assim, conseguirá negociar com a companhia de sua preferência, apresentando valores e encontrando condições mais facilitadas de pagamento.

O que são as franquias e coberturas dos planos em Portugal?

Os conceitos de franquia e cobertura precisam ser analisados por quem tem a intenção de contratar um bom seguro de saúde em Portugal.

No caso da franquia, ela corresponde ao encargo dos cuidados de saúde que fica para o segurado. Como exemplo, é possível pensar em um procedimento em que a franquia estabelecida é de 10%. Se o procedimento custar em torno de 300 euros, o pagamento por parte do beneficiário será de 30 euros, enquanto a seguradora paga os restantes 270 euros.

Agora, quando se trata das definições de coberturas, pode-se dizer que variam segundo as exemplificações e definições do seguro saúde. Parto, ambulatório, hospitalização, entre outros, entram na lista de procedimentos abrangidos pela cobertura.

É preciso, apenas, ter uma atenção especial com o que se conhece como “capital seguro”. Ele se refere ao teto do valor com o qual a seguradora se responsabiliza a pagar por um cuidado extra, que seja necessário.

qual o melhor plano de saúde em portugal

Qual o melhor plano de saúde em Portugal?

Para perceber qual é o melhor plano de saúde privado em Portugal, você pode buscar dados em dois sites diferentes, o Deco Proteste e Compara Já. Estes são os mais utilizados pelos portugueses, sempre que precisam fazer uma simulação de novo contrato particular na área da saúde.

No Deco Proteste, você geralmente informa a sua idade, o número de pessoas que pretende incluir como beneficiárias e as coberturas que são úteis para o seu caso. O simulador irá avaliar e enviar a proposta que julga mais correta para as suas necessidades. Ainda, em uma página diferente, você poderá observar os períodos de carência, as franquias e os limites cobertos.

Por outro lado, no Compara Já, você precisará preencher uma ficha e fornecer nome, NIF (Número de Identificação Fiscal), data de nascimento, familiares, telefone e e-mail para obter conteúdos informativos a respeito dos seguros saúde que se encaixam a você.

Plano de saúde privado vs. Saúde Pública em Portugal

A saúde pública em Portugal funciona bem para quem já tem um médico de família, Porém, o médico é clínico geral. Para consultas de especialidade, o tempo de espera pode ser longo.

Sem contar com isso, há uma outra questão: os atendimentos nas urgências dos hospitais. Muitas vezes é preciso esperar longas horas na fila.

Já no setor privado de saúde em Portugal há muito mais facilidade para conseguir uma consulta médica, há uma rede integrada de serviços, descontos em farmácias, clínicas, produtos, lojas e em algumas vezes até valores diferenciados para passagens aéreas.

Muitos médicos de Portugal atuam nos dois sistemas (público e privado), seja realizando consultas ou trabalhando nas urgências. Entretanto, quando o assunto é tratamento oncológico para pacientes com câncer, para partos, cesariana e cirurgias mais complexas, o setor de saúde pública é referência. 

O que não é coberto pelo seguro saúde em Portugal?

Geralmente a maioria dos seguros não costuma cobrir doenças pré-existentes, perturbações nervosas e doenças psiquiátricas, acidentes de trabalho, problemas resultantes do abuso de álcool ou drogas. Os seguros também não cobrem tratamento e cirurgia estética e plástica, transplantes, fecundação artificial, exames e tratamento para infertilidade e lesões provenientes de competições esportivas.

Exames de rotina e fisioterapia (quando esta não tem conexão com um acidente coberto pelo seguro), hemodiálise, tratamentos de obesidade, medicinas alternativas, doenças profissionais e despesas de carácter particular são outras situações que não são cobertas pelo seguro.

Dessa maneira, o cliente deve saber que tem o direito de acrescentar ou retirar coberturas de um seguro de saúde. Tudo vai depender do que estiver acordado entre a seguradora e o beneficiário, para que as alterações possam ser feitas segundo os diferentes momentos da situação de saúde e financeira do conveniado.

Por Naiara Andrade

Naiara Andrade é brasileira, catarinense e jornalista. Tem experiência em produção de conteúdo, mas também em outras atividades nas áreas da Publicidade e do Marketing Digital. Já morou na Irlanda, onde aprimorou um segundo idioma. Atualmente reside em Portugal e cursa Mestrado em Comunicação Estratégica, na UBI. Apesar de gostar muito do mar, Naiara aprendeu a apreciar as montanhas. Apaixonada por música, ela adora viajar, curte cinema e está sempre aberta a novos desafios pelo caminho.

Envie sua mensagem! Responderemos assim que possível.

SOBRE NÓS

O portal Nacionalidade Portuguesa é um canal de conteúdo exclusivo e atualizado sobre Portugal.

Para procedimentos jurídicos e administrativos, envolvendo a mudança de país, aquisição da Nacionalidade Portuguesa, vistos de residência, abertura de empresas, ou qualquer outro procedimento necessário no Brasil ou em Portugal, é indicado o escritório Martins & Oliveira Sociedade de Advogados.

A Martins & Oliveira Sociedade de Advogados é um escritório de advocacia especializado em procedimentos envolvendo Brasil e Europa, com atuação em Portugal, Itália e Espanha.

Conheça mais sobre o trabalho no site www.martinseoliveira.com.br.